Ferrari 250 GTO 1963: o carro mais caro do mundo!

Ferrari 250 GTO 1963: o carro mais caro do mundo!

gto_2
Foi no ano passado que a Ferrari 250 GTO 1962, que encomendada por Sir Stirling Moss, mas que nunca chegou a ser conduzido por ele, foi vendida pela bagatela de 25.7 milhões de euros (algo em torno dos R$ 82 milhões) e tornou-se o carro mais caro vendido. Mas isso ocorreu no ano passado,  agora uma Ferrari  250 GTO de 1963 bateu esse recorde ao ser vendida por mais de 38 milhões de euros Mais de R$ 84 milhões).
gto_1
A Ferrari 250 GTO 1963, sempre da cor vermelha, veio da coleção de Paul Pappalardo, um colecionador de carros de Greenwich, Connecticut, USA,  e foi vendida a um comprador anónimo. De acordo com a agência de notícias  Bloomberg, os três corretores que organizaram a venda confirmaram o preço, mas não quiseram revelar o nome do comprador. O preço registou um aumento de 49% em relação a GTO de Moss.
gto_3
Um pouco da história do carro: Pappalardo comprou o carro em 1974, restaurou-o e conduziu-o em grandes eventos históricos, desde então, incluindo o Pebble Beach Concours d’Elegance e o Le Mans Classic de 2002. A Ferrari produziu 36 250 GTO entre 1962 e 1963 e mais três 330 GTO, com motores 4.0. O carro de Pappalardo tem o chassis número 5111, que é um dos últimos carros produzidos, e venceu o Tour de France de 1963 e ficou em segundo lugar na corrida em 1964. As GTO foram criadas para serem carros que os pilotos privados pudessem comprar e vencer provas imediatamente.De acordo com os corretores o comprador estava muito interessado em comprar um 250 GTO e tinha vindo a oferecer a outros proprietários 29 milhões de euros ou mais pelos seus carros. Que coisa, não é?
 
 

Tags:
, , ,
Sem Comentários

Insira um Comentário