Expedição híbrida da Land Rover termina na Índia

Expedição híbrida da Land Rover termina na Índia

landrover1_1510
A expedição saiu  de Solihull, Inglaterra, até à sede da Tata em Mumbai, na Índia, há 53 dias atrás! Foram com três protótipos do Range Rover  Hybrid e a aventura foi um sucesso Ao longo dos cansativos 16,853 km os três carros atravessaram 13 países e dois continentes para  testar o sistema híbrido do novo Range Rover antes de estar disponível para venda na Europa no primeiro trimestre de 2014.
“No desenvolvimento do Range Rover híbrido o nosso objetivo era alcançar a economia de combustível e a redução das emissões de carbono do híbrido sem comprometer as capacidades de ir a qualquer lugar da Land Rover, o seu espaço de cabine ou o seu requinte. O sucesso desta expedição demonstra claramente que conseguimos isso”, afirmou Peter Richings, Diretor de Híbridos e Eletrificação da Jaguar Land Rover.
landrover2_1510
O percurso começou na Europa e seguiu a Rota da Seda, uma antiga rota de comércio entre a Ásia e a Europa que se manteve durante milhares de anos. A Rota da Seda divide-se em Kashgar, na China, e os SUVs foram os primeiros veículos estrangeiros a receberem a autorização para percorrerem a auto-estrada Xinjiang-Tibet que atinge os 5.300m de altitude.
Porém, grande parte da última etapa da expedição não foi realizada sobre o que conhecemos por estradas. Em vez disso, seguiram por terra e trilhos de gado. Assim que entraram na China e Índia encontram, ainda ,o trânsito caótico que impera nestes dois países do Oriente.
landrover3_1510
A Land Rover concluiu, após a expedição, que os híbridos tiveram uma performance ainda melhor do que era esperado em altitude elevada. Razão de tal feito é os mesmo não dependem de ar para a combustão do motor, os carros não perdem potência em altitude como acontece com os motores tradicionais.
Os SUVs também foram equipados com sistema de armazenamento de dados e recolheu mais de  300 gigabytes ao longo da expedição. A Land Rover pretende que as informações sirvam para aprimorar e melhorar o sistema antes de colocar no mercado. O sistema híbrido da Land Rover utiliza um motor V6 diesel de 3.0 litros emparelhado com um motor elétrico de 47cv, o que produz de 335CV de potência, além da transmissão automática ZF de oito velocidades. A bateria e os componentes elétricos acrescentam 120 kg ao peso do carro.
 
 

Sem Comentários

Insira um Comentário