Nada é por acaso: a volta de Ron Dennis a McLaren

Nada é por acaso: a volta de Ron Dennis a McLaren

ron-dennis-mclaren-automotive-mp4-12c-portrait-photo-960x640
Ron Dennis está de volta ao circo. E voltou por cima como CEO da McLaren, anunciou a empresa esta quinta-feira. Dennis será mesmo o big boss do Team inglês com mais poder ainda. “A minha função será melhorar a nossa performance dentro e fora das pistas”, disse Ron Dennis em comunicado.

Martin Whitmarsh perde espaço na equipe

Martin Whitmarsh perde espaço na equipe


Este não será nenhum grande desafio para Ron Dennis já que esteve neste cargo entre 1982 e 2012, cedendo, depois, o lugar a Martin Whitmarsh que está perdendo espaço na estrutura da McLaren, embora continue à frente do Team McLaren. Dennis falou estar “animado” com a volta às funções da CEO e assume o objetivo de “vencer em todos os campos”, uma vez que também lidará de perto com outras vertentes da empresa.
Senna e Ron Dennis: era só alegria

Senna e Ron Dennis: era só alegria


Ron Dennis liderou a equipe de Fórmula 1 da McLaren entre 1982 e 2009. Ao todo, foi responsável por dez títulos mundiais, entre eles o último da equipe, em 2008, com Lewis Hamilton. A temporada de 2013 foi a pior da McLaren desde 1980, não conseguindo sequer um pódio no Mundial. Um simples lembrete: a partir de 2015, a McLaren passará a usar motores Honda, reeditando uma parceria de sucesso no final dos anos 80 e início da década seguinte. Faz sentido? Ou mera coincidência? Nada é por acaso, meu amigo.
MacLaren e Honda: volta a parceria de sucesso

MacLaren e Honda: volta a parceria de sucesso

Sem Comentários

Insira um Comentário