MAN apresenta Constellation 8×2 automatizado

MAN apresenta Constellation 8×2 automatizado

Malagrine

VW Constellation 24.280 tem tração 8×2 e tecnologia EGR para atender a norma Euro 5


Com transmissão ZF e tração diferenciada, caminhão é destinado ao transporte de grãos, baú, carga seca, tanque e basculante.
A MAN Latin America aposta em dois diferenciais para impulsionar as venda do VW Constellation 24.280: seis toneladas a mais de carga por viagem e um pacote automatizado mais leve e econômico. Em versão 8×2, equipado com transmissão automatizada V-Tronic e segundo eixo direcional, o veículo foi projetado para atender alguns dos principais segmentos de transportes do País, como grãos, baú, carga seca, tanque e basculante.
“Buscamos sempre ampliar nossa oferta de produtos que atendam ao máximo às expectativas de nossos clientes. Esse modelo, em especial, é derivado de nosso caminhão líder de vendas e tem grande potencial no mercado brasileiro. Na comparação entre os segmentos 6×2 e 8×2, estimamos que estes últimos registrem um crescimento 30% maior nos próximos cinco anos”, afirma Ricardo Alouche, vice-presidente de Vendas, Marketing e Pós-Vendas da MAN Latin America, fabricante dos veículos comerciais VW e MAN.
O pacote automatizado do modelo é uma solução patenteada da MAN Latin America, possível através do controle eletrônico de um eixo de dupla velocidade e que otimiza a operação da transmissão automatizada. Desenvolvido por engenheiros brasileiros, o conceito permitiu a concepção do pacote automatizado mais leve e econômico do mercado para veículos de 13 a 36 toneladas.
Malagrine

Transmissão automatizada ZF, chamada de V-Tronic.

Associado à transmissão automatizada da ZF, AS Lite, o Smart Ratio proporciona otimização da troca de marcha. Para esse pacote, a MAN Latin America adotou uma caixa de seis velocidades e um eixo de dupla velocidade controlado eletronicamente. É aí que entra a nova tecnologia para tornar possível aproveitar as duas relações do eixo e multiplicar o potencial da caixa.
Outro diferencial está no custo. O combinado de caixa automatizada de seis velocidades e eixo de dupla velocidade controlado eletronicamente tem um valor mais econômico do que as soluções similares aplicadas no mercado para veículos de 13 a 36 toneladas. No balanço final, a relação custo-benefício se sobressai.
A versão 8×2 está equipada com motor MAN D08 de seis cilindros, fabricado no Brasil, e tecnologia EGR de recirculação dos gases de escape que dispensa o uso de Arla 32. Apresenta uma faixa de torque entre 1.100 e 1.750 rpm, podendo trabalhar com o motor em torque máximo em baixas rotações, auxiliando o desempenho do caminhão e o melhor consumo de combustível.
Além das opções de cabine leito com teto alto e estendida, o caminhão Constellation 24.280 8×2 também poderá ser equipada com a nova cabine leito com teto baixo. Ideal para aplicações que exigem o descanso do motorista e o acoplamento especial de implementos localizados acima da cabine, como requer algumas operações de transporte nas quais os caminhões 8×2 atuam.

Malagrine

Interior do 24.280

  Scania vence prêmio alemão de meio ambiente

O modelo G 410 emite baixos níveis de poluentes e faz 100 km com 23 litros de diesel.
 mc5
A Scania recebeu o prêmio “Caminhão Verde 2014” pelo desenvolvimento do G 410, veículo comercial pesado que traz uma série de recursos para reduzir os impactos ambientais. A avaliação foi realizada pelas revistas alemãs de transporte VerkehrsRundschau e Trucker.
Com o consumo de combustível de 23,29 litros de diesel por 100 km rodados, o G 410 teve suas emissões de poluentes medidas e analisadas por especialistas. “Estamos muito satisfeitos com o prêmio ‘Caminhão Verde’, especialmente porque esta é a segunda vez que um caminhão Scania com motor Euro 6 recebe o prêmio”, diz Christian Hottgenroth, diretor de vendas da Scania para a Alemanha e Áustria.
O padrão de emissão Euro 6 tornou-se obrigatório para todos os novos caminhões na Europa em 31 de dezembro de 2013. A Scania lançou seus primeiros modelos caminhões Euro 6 já em 2011 e seguiu com sua segunda geração de veículos em 2013

Mauro Cassane/MM Editorial

Sem Comentários

Insira um Comentário