Mercedes-Benz apresenta conceito Econfort em linha de caminhões semipesados

Mercedes-Benz apresenta conceito Econfort em linha de caminhões semipesados

mc11
Segundo a fabricante, a nova curva de torque dos motores permite menos trocas de marcha e mais economia de combustível.
A Mercedes-Benz apresentou ontem, dia 11 de abril,  o seu novo conceito ECONFORT, que significa Economia+Conforto+Força/Desempenho. “O ECONFORT é resultado de uma visão que engloba esses três importantes atributos que são essenciais para a rentabilidade no transporte de cargas. Os novos recursos estão presentes integralmente no novo Atego 2430 6×2 e, naturalmente, se estenderão a outros modelos de nossa linha de caminhões semipesados”, afirma Gilson Mansur, diretor de Vendas e Marketing de Caminhões da Mercedes-Benz do Brasil. O novo caminhão custará cerca de R$ 240.000,00 (terá também a versão manual por R$ 235.000,00).
Por isso, com base no conceito ECONFORT, a Mercedes-Benz introduz no segmento de semipesados o câmbio totalmente automatizado Mercedes PowerShift, sem pedal de embreagem e com última marcha direta. O PowerShift G-211 12K, disponível para o Atego 2430 6×2, chega ao mercado com três funções que agregam mais desempenho, economia e conforto. O EcoRoll coloca a transmissão do veículo em neutro de forma segura e controlada, procedimento que é executado sem a intervenção do motorista, auxiliando na redução de consumo de combustível. Já o modo Power, durante 10 minutos, permite trocas de marchas em rotações mais elevadas para facilitar ultrapassagens ou vencer aclives íngremes, otimizando o desempenho do veículo. A função Manobra propicia um controle preciso do veículo na movimentação em pátios e em manobras, contribuindo para maior segurança. Outra importante vantagem do Mercedes PowerShift é a ausência de anéis sincronizadores, contando com engrenagens mais largas e robustas, que aumentam a durabilidade, com menor necessidade de manutenção.
Diversas novidades agregadas ao Atego 2430 6×2 também estão incorporadas a toda a linha Atego. Este é o caso da nova suspensão da cabina, totalmente reformulada para proporcionar um nível de satisfação e conforto ainda maior ao condutor do veículo.
O novo sistema de suspensão da cabina (dois pontos na dianteira com coxins e dois pontos na traseira com molas helicoidais) é resultado de um projeto construtivo que trouxe substancial melhora no isolamento das vibrações e no amortecimento das irregularidades da via. Esta suspensão é mais robusta e resistente, minimizando a demanda por manutenção.
Outro grande destaque é o novo revestimento interno em tecido aplicado no teto, laterais e parede traseira da cabina, muito mais elegante e agradável ao tato, agregando significativas melhorias no isolamento acústico. Os tapetes mais densos proporcionam maior absorção de ruídos e também colaboram para um melhor isolamento acústico.
Ganham evidência também os novos itens de conforto e praticidade, como diversos porta-objetos, porta-óculos, para-sol nas portas do motorista e do acompanhante, cabideiro, toalheiro e iluminação aprimorada.
O banco pneumático do motorista foi reprojetado e está mais ergonômico, contando com espuma de alta densidade e novas regulagens, como ajuste no sistema de amortecimento horizontal e vertical.
Em termos de desempenho, o ECONFORT traz importantes ganhos para o cliente. Por exemplo, o motor que equipa o Atego 2430 6×2, o Mercedes-Benz OM 926 LA, com potência de 286 cv, ganhou um novo conceito de curva de torque, atingindo 1.250 Nm de 1.100 a 1.200 rpm. Isso resulta em melhores acelerações e retomadas e em manutenção de velocidades mais altas, com menos trocas de marcha, proporcionando economia de combustível e maior agilidade ao caminhão.

Mauro Cassane/MM Editorial

Sem Comentários

Insira um Comentário