Mercado de motos sofre leve retração de vendas, diz Abraciclo

Mercado de motos sofre leve retração de vendas, diz Abraciclo

Abraciclo_640x408
A venda de motocicletas ao varejo recuou nos primeiros quinze dias de abril. Levantamento divulgado pela Abraciclo, Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares, com base nos licenciamentos registrados pelo Renavam, mostra que a média diária de vendas nos primeiros quinze dias do mês caiu 1,9% se comparada ao mesmo período de 2013, recuando de 6.431 para 6.311 unidades emplacadas. Em relação à primeira quinzena de março, que contou com oito dias úteis de vendas em função do feriado prolongado de Carnaval e teve 5.802 unidades comercializadas em média por dia, as vendas diárias da primeira metade de abril acumularam alta de 8,8%.
Diante disso, a comercialização de motocicletas na quinzena, com 11 dias úteis de vendas, chegou a 69.426 unidades, ante as 70.739 unidades do mesmo período do ano passado. Já em comparação com a primeira quinzena do mês de março passado, quando foram licenciadas 46.415 motocicletas, a alta atingiu 49,2%.
“O esforço para alavancagem de negócios, realizado pelas montadoras e suas redes de concessionários nestes meses que antecedem a Copa do Mundo, prossegue em abril. Com isso, o setor busca resultados que compensem as dificuldades de comercialização previstas para esse período e consiga encerrar o ano com volumes totais similares aos de 2013”, comenta Marcos Fermanian, presidente da Abraciclo

Marcos Fermanian, presidente da Abraciclo

Marcos Fermanian, presidente da Abraciclo


.
 
 

Sem Comentários

Insira um Comentário