Vendas melhoram em abril, diz Anfavea

Vendas melhoram em abril, diz Anfavea

mc1
Apesar da retomada, mercado de caminhões ainda está longe do desempenho positivo do ano passado.
O mercado de caminhões teve uma pequena retomada de vendas no mês de abril, quando registrou o emplacamento de 10.886 unidades, uma alta de 17,8% em comparação com março (9.239 veículos). Ainda assim, o resultado é 22% inferior a abril do ano passado, quando foram emplacados 13.965 caminhões novos.
No acumulado, de janeiro a abril deste ano, foram computados 41. 332 veículos vendidos, contra 48.305 unidades comercializadas no mesmo período do ano passado, registrando queda de 14,4% na comparação de 2014 com 2013. Dois segmentos vêm puxando, para baixo, os resultados deste ano no comparativo com o ano anterior: leves (queda de 26,8%) e médios (queda de 14%). Os semipesados tiveram a menor queda neste período (-8%). Já os pesados provavelmente refletem a queda geral que vai ser computada neste ano: – 11,8%.
Executivos da indústria culpam a demora para a definição das regras do Finame como uma das causas desta retração de mercado neste começo do ano. A outra causa, de acordo com fontes consultadas na indústria, é a dificuldade para a liberação dos créditos. Contudo, o primeiro mês do segundo trimestre pode marcar uma reversão da tendência de queda e começar, efetivamente, a reação. Mas, a um mês da Copa do Mundo, ninguém consegue prever muito otimismo para o último mês do segundo trimestre (junho), e todos apostam suas fichas em uma reação das vendas neste mês de maio.
mc3
Shacman é a nova associada da Anfavea
Fabricante chinesa entra para o quadro de uma das principais entidades automotivas do País.
A Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores) anunciou na semana passada a entrada de mais uma montadora de caminhões como associada: a Metro-Shacman, que passará a fabricar caminhões no Brasil a partir do meio do próximo ano em Tatuí (SP).
A Shacman é a primeira marca chinesa a pertencer aos quadros de uma das principais entidades do setor automotivo, do qual fazem parte as montadoras DAF, Ford Caminhões, International, Iveco, MAN Latin America, Mercedes-Benz, Scania e Volvo.
Segundo a Shacman, serão investidos R$ 400 milhões na construção da fábrica da empresa em Tatuí. A operação nacional terá capacidade para montar 10.000 caminhões por ano, mas começará em 2015 montando cerca de 1.000 unidades. Os caminhões da marca vendidos hoje são importados da China.
 

Mauro Cassane/MM Editorial

Sem Comentários

Insira um Comentário