JAC J2: matando a curiosidade do pequeno compacto chinês “paga pau”!

JAC J2: matando a curiosidade do pequeno compacto chinês “paga pau”!

IMG_0402
Uma historinha bem rápida. Quando decidimos lançar o Super TopMotor um dos veículos mais solicitados por nossos amigos e leitores era o JAC J2. A curiosidade era enorme graças ao design do pequeno compacto chinês. Fato este comprovado pois, durante o período que estivemos avaliando o modelo muitos curiosos digamos “pagavam pau” e queriam informações do modelo. E, o sortudo para avaliar o modelo foi o agora nosso colaborador Flávio Verna. Acompanhe, a seguir, a avaliação do JAC J2.
IMG_0406
O que eu pensava quando via um JAC J2: “Que carrinho interessante, acho que teria um!” Enfim, chegou o dia de matar a curiosidade. Chegou um whats do meu amigo Joka Finardi, dizendo: “Quer conhecer o J2? Estou com ele”, minha resposta foi rápida: “Quando podemos?” e assim começou…
IMG_0410
Minha primeira impressão: carrinho bonitinho, compacto, bem desenhado e pensado, portanto, design OK. Achei muito boa suas linhas e aerodinâmica, inclusive, gosto muito do brasão da JAC, acho mais bonito que o da Mercedes-Benz.
IMG_0429
Estava louco para dirigi-lo, olhei tudo antes de me sentar no banco do motorista. Abri o porta-malas que achei bem condizente ao tamanho do carro. Acho muito jovem a linha lateral que forma uma onda até a roda traseira. O que conheci estava equipado com uma personalização de adesivos e rodas de liga pintadas, o que me mostrou ser bem atual e jovial. Imagino uma pessoa jovem, saudável e feliz conduzindo esse veiculo, mas não quer dizer que não atenda outros perfis também.
IMG_0403
Hoje em dia penso muito no espaço que preciso ocupar junto a população e se conseguir diminuir esse impacto, me sinto melhor. Pensando nisso, penso só em andar a pé, mas caindo na realidade e sabendo que preciso de um carro para algumas ocasiões e situações, penso no quão menor ele poderia ser e o JAC J2 me chamava a atenção quando via, atribuído ao que eu imaginava ser seu custo beneficio.
IMG_0425
Falando em realidade, tabela Fipe do JAC  J2 é  a seguinte para o mês de maio de 2014: R$ 33.420,00. Ou seja, preço muito bom para um carro diferenciado, completo, bonito, bem pensado e com alguns probleminhas que todos acabam tendo também.
IMG_0418
Demorei, mas cheguei no banco principal. O painel posso dizer que me agradou, me senti num carro de valor agregado maior, mas também não posso dizer que a quantidade de plástico e rebarbas não estão visíveis. Principalmente na fragilidade da maçaneta interna. Mesmo o produto te remetendo a uma qualidade superior, não posso me enganar da qualidade do acabamento.
IMG_0437
Ao escamotear o volante, tomei um susto, o painel vai junto pra baixo com o volante, loucura, achei que tivesse quebrado e caído, mas ok. Calma restabelecida e vejo que o painel esta anexado ao volante, coisa boa e coisa ruim, o ângulo de visão do painel muda, mas o volante não atrapalha muito a visão dos mostradores por estar fixo. Bancos confortáveis no esperado para o carro. Vários porta trecos, parece que as pessoas carregam sempre mais do que precisam, porque virou tendência mundial esses vários porta trecos que só servem para juntarmos cada vez mais trecos dentro do carro.
IMG_0423
Será que foi feito uma pesquisa de mercado e descobriram que os trecos dentro do carro proporcionam um sentimento de que estamos em casa, ou será talvez que descobriram que os trecos fazem barulho dentro do carro, ocultando o ruído do próprio carro, então criaram vários porta trecos para carros com alto índice de ruídos e carros que querem fidelizar a marca no seu coração? Cada vez mais passamos horas dentro do carro, certo? Porta-luva? Não, não tem, isso mesmo, tem o espaço sem a tampa/porta.
IMG_0431
Dirigindo, motorzinho esperto –  ok para andar na cidade. Câmbio, muito ruim, engates imprecisos, a 3ª pode virar 1ª ou 5ª marcha fácil, seja qual for a sua velocidade. Dirigindo na capital, pegando marginal pinheiros e bairros por aproximadamente 2 horas já foi o suficiente para criar uma marca vermelha em minha palma da mão tentando engatar a tal 3ª marcha, imaginem isso todos os dias no trânsito de São Paulo? Calo na certa. Até Picanto da Kia introduziu o cambio automático, porque o J2 já não veio com esta opção é que eu não entendo.
IMG_0412
Não tive oportunidade de acompanhar o consumo do carrinho, mas vi que o marcador baixou rápido, mas considerando que o tanque também é pequeno, só 35L, portanto, econômico, inclusive estava com a etiqueta nota A no consumo, conforme compete. Mas também não podemos esquecer que apesar de o carro ter um motor moderno (VVT comando de válvulas variáveis, maior eficiência com o menor consumo), não esta preparado para o Brasil que ainda se usa muito etanol, o J2 é movido apenas com gasolina.
IMG_0419
Se minha opinião fosse decisiva para a melhoria do carro, diria: “um cambio automático decente, uma tampinha no porta-luva e uma parceria com as concessionárias Toyota, já me venderia o carro”. Digo parceria com concessionárias Toyota pelo motivo de ter visto um J3 desmontado e ter muitos componentes eletrônicos e mecânicos com a chancela Toyota, isso me traria a confiança que falta no carro para emplacar muito mais. O motor flex eu particularmente dispensaria, mas ter um concessionário de confiança no Brasil todo não! Enfim, este é o enterro da minha curiosidade!
 
 

Sem Comentários

Insira um Comentário