Mercado de Motos: queda de 6% nos primneiros cinco meses do ano

Mercado de Motos: queda de 6% nos primneiros cinco meses do ano

Abraciclo_640x408
O acumulado de vendas no atacado – das montadoras para as concessionárias – nos primeiros cinco meses de 2014 apresentou queda de 6% quando comparada ao mesmo período do ano passado. Segundo o levantamento da Abraciclo, Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares, de janeiro a maio, foram comercializadas 636.561 motocicletas ante 677.215 no mesmo período de 2013. A produção manteve-se estável nestes cinco primeiros meses em relação ao ano anterior, passando de 686.553 unidades para 691.825.
Na comparação mensal, houve uma queda de 8,5% nas motocicletas fabricadas em maio, com 135.980 unidades contra 148.682 no mesmo mês de 2013. Sobre abril de 2014, o recuo foi de 7,4% (146.895). As vendas no atacado, com 124.825 motocicletas, sofreram uma desaceleração de 17% em relação a maio de 2013 (150.443) e 12,4% em comparação a abril último (142.483).
“O esforço por parte das redes de concessionários para alavancar as vendas no período pré-Copa do Mundo não refletiu no mês de maio. Nos próximos meses, o segmento, principalmente no varejo, será impactado negativamente por causa do evento. Porém, acreditamos que o mercado reaja a partir do segundo semestre, o que reforça nossa projeção de estabilidade em relação ao volume de 2013”, afirma o presidente da entidade Marcos Fermanian.
img50937-1335449076-v580x435
Sobre as exportações, o acumulado do período alcançou alta de 11,3%, com 40.579 unidades exportadas contra 36.460 de janeiro a maio 2013. Já o comparativo mensal apresentou alta de 0,6%, passando de 6.958 motocicletas, em abril, para 7.002, em maio.
Remando contra a maré, item que merece destaque é o crescimento da comercialização das motos de alta cilindrada, acima de 450 cm³.
abraciclo
Apesar da queda de 14% e 6% registrados pelos veículos de baixa (de 51 cm³ a 150) e média cilindrada (de 151 cm³ a 449), respectivamente, entre abril e maio de 2014, as motocicletas de alta cm³ apresentaram um crescimento de 13% no período, com 5.148 unidades vendidas frente a 4.554 em abril.
O comparativo de média diária de vendas nos meses de abril e maio deste ano mostrou estabilidade, passando de 6.087 para 6.033 (-0,88%). Já quando comparado maio de 2014 com o mesmo mês de 2013 (6.200), os números apontam declínio de 2,69%.
A análise dos números entre abril e maio do presente ano aponta uma alta de 4,1%, com 121.744 motocicletas vendidas em abril e 126.701, em maio. No acumulado do ano, houve desaceleração de 1,5%, com 623.329 unidades vendidas, em 2013, frente a 613.751, em 2014.
 
 

Sem Comentários

Insira um Comentário