Renault adquire ações do Grupo Caterham que vira Alpine

Renault adquire ações do Grupo Caterham que vira Alpine

large
Como consequência de um acordo mútuo com o Grupo Caterham, a Renault aumentou para 100% sua participação acionária na Sociedade de Automóveis Caterham Renault após a aquisição das ações até então em poder do Grupo Caterham. Conforme planejado, a Renault prosseguirá sozinha com o desenvolvimento do automóvel Alpine a ser lançado em 2016. De sua parte, o Grupo Caterham também tem planos para lançar seu próprio modelo esportivo.
Esta aquisição encerra uma parceria firmada em novembro de 2012 entre os grupos Renault e Caterham para desenvolver e fabricar carros esportivos através Sociedade de Automóveis Alpine Caterham e de controle acionário equivalente entre as duas partes. Outras formas de cooperação entre a Renault e o Grupo Caterham não foram descartadas e poderão acontecer de acordo com as políticas estratégicas de cada companhia.
Caterham-Car-Logo-Picture-5628
Como resultado do acordo hoje anunciado a Sociedade de Automóveis Alpine Caterham terá seu nome alterado para Sociedade de Automóveis Alpine que é um empreendimento esportivo e industrial fundada por

 Jean Rédélé, o fundador da Alpine

Jean Rédélé, o fundador da Alpine


em 1955 e desde sempre mostrou uma capacidade única para inspirar entusiasmo e paixão.
 
Entusiasmo que a Renault comprovou integralmente em 2012 ao relançar a marca Alpine e anunciar o projeto de criação de um novo veículo esportivo,  a Berlinette do século 21, a ser lançado em 2016. Imediatamente após o anúncio um número de compradores interessados entrou em contato para reservar seus carros  mesmo sem ter mais informações  além da promessa de relançamento.
a-alpine-logo-renault-2012-10775288lnwea
A partir de 2013 a marca Alpine fez renascer seu espírito esportivo e aumentou gradativamente sua participação em competições de maneira marcante e nessa temporada conquista a ELMS, a Série Le Mans Européia.  Em 2014 a equipe Signatech-Alpine anunciou um programa mais amplo  que inclui manter o título da ELMS e disputar um lugar no pódio das 24 Horas de e Mans na categoria LM P2.
No aspecto industrial a planta de Dieppe, berço da marca fundada por Rédélé,  é preparada não apenas para montar mas também integrar chassi e carroceria do futuro Alpine. Sob a direção de Bernard Ollivier  várias equipes estão profundamente engajadas na execução do projeto de um verdadeiro Alpine para 2016:
“Com o design exterior completado em 90% e o interior a definido em questão de semanas o entusiasmo dos nossos colaboradores em relação ao futuro Alpine é cada vez maior em relação a um modelo de série que pode ser definido em poucas palavras: estilo, prazer e espírito esportivo.”
 

Sem Comentários

Insira um Comentário