Unimog é eleito o veículo cross country do ano na Alemanha

Unimog é eleito o veículo cross country do ano na Alemanha

 
 
 
 
Caminhão Mercedes-Benz venceu pela 10ª vez consecutiva a premiação de revista especializada em fora de estrada.
Pela décima vez consecutiva, o Unimog da Mercedes-Benz foi eleito o veículo “cross-country” do ano, de acordo com votação de leitores da revista especializada “Off Road”. O resultado, anunciado em Munique neste mês de junho, na Alemanha, mostrou que este caminhão especial da estrela de três pontas ficou em primeiro lugar na categoria de veículos para fins especiais, com o percentual fantástico de 35% dos votos dos leitores.

uni1

01) Os modelos Unimog U 4023 e U 5023 têm capacidade para subir em rampas de até 45 graus. Além disso, conseguem atravessar áreas alagadas de 1,20 metro.


Seja no ultra-seco deserto de Gobi, no frio extremo da Sibéria ou nas estradas escaldantes para a cratera do vulcão Vesúvio, praticamente não há desafio no mundo que o Unimog Mercedes-Benz não possa enfrentar. Especialmente em sua nova versão Euro 6. A vocação para enfrentar desafios tão radicais está em sua natureza.
Graças à nova localização do motor, no centro do Unimog Euro 6, a inclinação do quadro fica agora mais para trás. Isso possibilita ao veículo um centro de gravidade mais baixo, ao mesmo tempo, em que é possível obter uma maior distância do chão. Com isso, a dirigibilidade nas aplicações fora de estrada ficou ainda melhor.
 
02)O Unimog possui tração em todas as rodas, além do sistema de controle de pressão dos pneus Tire Control Plus, que pode ser regulado por meio de botões no volante para os modos "road" (estrada), "sand" (areia) e "rough road" (estrada irregular).

02) O Unimog possui tração em todas as rodas, além do sistema de controle de pressão dos pneus Tire Control Plus, que pode ser regulado por meio de botões no volante para os modos “road” (estrada), “sand” (areia) e “rough road” (estrada irregular).


O Unimog para todo tipo de terreno – modelos U 4023 e U 5023 – tem capacidade para subir em rampas de até 45 graus. Além disso, consegue atravessar áreas alagadas de 1,20 metro e seu ângulo de inclinação lateral vai até 38 graus.
A condução em situações extremas, com tração em todas as rodas, é auxiliada pelos bloqueios de diferencial e pelo sistema de controle de pressão dos pneus Tire Control Plus, que pode ser regulado por meio de botões no volante para os modos “road” (estrada), “sand” (areia) e “rough road” (estrada irregular).
A potência do novo Unimog é resultado do motor OM 934 LA de alto torque e da tecnologia BlueTec 6, uma unidade de 4 cilindros e 5,1 litros, com 170 kW (230 cv) e 900 Nm de torque. Oito marchas à frente e seis marchas à ré estão disponíveis. Opcionalmente, também há um grupo de marchas “off-road” para aplicações em todo tipo de terreno, na faixa de velocidades entre 2,5 e 35 km/h.
 
03)O motor OM 934 LA do Unimog entrega 170 kW (230 cv) e 900 Nm de torque. São oito marchas à frente e seis à ré.

03) O motor OM 934 LA do Unimog entrega 170 kW (230 cv) e 900 Nm de torque. São oito marchas à frente e seis à ré.


Juntamente com esse Unimog para todo tipo de terreno, há também uma nova série para uso com implementos, disponível com as designações U 216 a U 530. A revista “Off Road” tem realizado a eleição do veículo “cross-country” do ano desde 1982 junto aos seus leitores. Neste ano, foram 13 categorias do segmento “off-road” de um total de 58 fabricantes. Foram registrados mais de 63.000 votos.
 
Scania (3)
Scania auxilia transporte da Infraero durante a Copa do Mundo
Três ônibus da fabricante, entre eles um movido a etanol, serão utilizados no aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro.
Os turistas que visitarão o Rio de Janeiro entre os meses de junho e julho para acompanhar a Copa do Mundo da Fifa terão à disposição três novos ônibus Scania, sendo que um deles é movido a etanol. A montadora firmou uma parceria com a Infraero para disponibilizar os veículos para facilitar os embarques e desembarques remotos durante o evento no aeroporto internacional da capital carioca, o Galeão, até o dia 14 de julho. A medida será necessária por conta do aumento no volume do tráfego aéreo – segundo dados da Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear), 7,2 milhões de passageiros serão transportados para as cidades-sede durante o período.
Os modelos dos ônibus escolhidos são: K 270 6×2*4, K 310 6×2*4 e K 250 4×2 — os dois primeiros, com chassis de 15 metros, piso baixo e terceiro eixo direcional, para permitir maior grau de manobrabilidade.  O K 270 6×2*4 é movido a etanol, gera 270 cavalos de potência e desenvolve torque de 1.200 Nm. O etanol será fornecido pela Shell. O K 310 6×2*4, de 310 cavalos, desenvolve um torque de 1.550 Nm. Ambos com capacidade para transportar 130 passageiros. Já o K 250 4×2, de 250 cavalos de potência, desenvolve um torque de 1.150 Nm. O veículo possui, igualmente, o piso rebaixado, e tem capacidade de transporte de 100 passageiros.
“O destaque será o ônibus a etanol, exclusivo da marca na América Latina e que emite 90% menos CO2 do que o modelo convencional a diesel. Será uma oportunidade ao passageiro do avião conferir as vantagens das soluções Scania para a mobilidade urbana”, afirma Eduardo Monteiro, chefe de vendas de chassis urbanos da Scania no Brasil.
 

Mauro Cassane/MM Editorial

 

Sem Comentários

Insira um Comentário