ANFAVEA: queda na produção e vendas de veículos não assustam

ANFAVEA: queda na produção e vendas de veículos não assustam

041209_anfavea_1
A produção de autoveículos, que reúne caminhões, ônibus e comerciais leves, caiu 23,3% de junho para maio, informou a ANFAVEA, associação que reúne as montadoras. No acumulado do ano, de janeiro a junho, a produção encolheu 16,8% na comparação anual. Já em junho comparada ao mesmo mês do ano passado, recuou 33%. O motivo, segundo os executivos da ANFAVEA foi o mumero de dias uteis do semestre.
Os números negativos levaram a ANFAVEA a revisar para baixo suas previsões para 2014. Na produção de autoveículos, que no início do ano a estimativa era de aumento de 1,4%, o prognóstico agora é queda de 10%. No caso dos licenciamentos, que podem ser lidos como fluxo de vendas, a alta de 1,1% prevista para o ano, se transformou em queda de 5,4%.
Ainda assim, Luiz Yabiku Moan Junior, presidente da ANFAVEA, espera que os próximos meses sejam melhores. Para a produção no segundo semestre, ele está esperando uma alta 13,2% na comparação com o primeiro semestre. Já para vendas, Moan vê que será possível ter uma alta de 14,3% entre julho e dezembro. Ele salientou a importância da manutenção da alíquota menor para o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para a reversão do quadro muito negativo

Moan: "O Carnaval atrapalhou!"

Luiz Moan Yabiku Junior, presidente da ANFAVEA


“Vamos ter uma aumento significativo de agora em diante. Vamos retomar o fluxo normal de vendas neste segundo semestre. Se o IPI tivesse aumentado, teríamos uma queda de 10% nas vendas”, finalizou o presidente da ANFAVEA.

Sem Comentários

Insira um Comentário