Niki Lauda pede mudanças culturais imediatas na Fórmula 1

Niki Lauda pede mudanças culturais imediatas na Fórmula 1

LaudaNiki
Niki Lauda anda meio rancoroso. O austríaco, tricampeão mundial, considera que a Fórmula 1 deve reanalisar a forma como a categoria está sendo “vendida” para o público e fãs. Lauda, que é uma  presidente não executivo da Mercedes, acha que o campeonato está a atravessar uma mudança cultural e precisa adaptar-se.
“A Fórmula 1 precisa de uma drástica  mudança cultural. O público quer assistir  as corridas bem diferentes de outros tempos pois há um rápido crescimento dos novos meios de comunicação. É lógico que os jovens de hoje em dia têm outras prioridades”, analisa.  Assim sendo, Lauda não tem dúvidas: “Tudo muda menos a Fórmula 1 que fica onde está.”
Depois, Lauda deu sugestões e exemplos concretos: “ Os jovens não querem ficar em casa no domingo, com o sol brilhando lá fora, para sentar-se na sala de estar com o seu pai por duas horas. O problema é que, hoje, não há alternativa. Não pode simplesmente sentar-se na praia e ver o resumo da corrida no seu smartphone”, frisou.
O tricampeão do mundo acha, ainda, que falta haver uma maior interação entre pilotos e fãs. “Alguns dos pilotos, se não estiverem com o macacã, dava para passar por eles e não os conhecer”, lamentou.  Lauda pede que os pilotos assumam maior destaque, em detrimento das equipes e dos dirigentes. “Se isto continua assim, ninguém vai querer saber da Fórmula 1”, concluiu.

Sem Comentários

Insira um Comentário