Niki Lauda defende Lewis Hamilton por não cumprir as ordens do box

Niki Lauda defende Lewis Hamilton por não cumprir as ordens do box

Niki_Lauda-Mercedes_GP
Não basta liderar o campeonato de equipes e, de antecedência, que fará o campeão da temporada. A crise bateu as portas da equipe Mercedes. O ex-campeão da categoria Niki Lauda, que responde pela direção da equipe alemã, admite que a Mercedes entrou em “pânico” quando pediu a Lewis Hamilton para deixar passar Nico Rosberg a 20 voltas do final do GP da Hungria em Fórmula 1.Como é sabido,  Hamilton ignorou as ordens de equipe, e Lauda concordou com a atitude do piloto britânico.

A dupla da Mercedes: um dos dois sempre ganha!

A dupla da Mercedes: um dos dois sempre ganha!


“A equipe estava sob  enorme pressão”, disse Lauda sobre o incidente que tornou-se polêmico, depois de Hamilton largar das boxes e terminar a prova no terceiro lugar, enquanto Rosberg, que largou da pole, terminou em quarto. “A Mercedes está habituada a liderar e disputar a vitória entre si. Esta corrida, com a entrada do safety-car no início e, em condições de chuva, foi completamente diferente, então a cada minuto era preciso decidir algo diferente”, acrescentou. “Por isso, o pedido surgiu do pânico de recuperar o que estávamos a perder em pista”, finalizou Lauda. Agora, com quase um mês de férias da Fórmula 1, é o momento de botar ordem na casa para evitar que problemas como esse ocorram e por água abaixo tudo que foi conquistado até o momento.

Sem Comentários

Insira um Comentário