ABEIFA: associadas têm crescimento de 17,1% em julho

ABEIFA: associadas têm crescimento de 17,1% em julho

ABEIFA-LogoFinal
As 29 marcas de veículos e comerciais leves associadas à ABEIFA (Associação Brasileira das Empresas Importadoras e Fabricantes de Veículos Automotores) registraram crescimento de 17,1% nos emplacamentos no último mês de julho, uma reação que interrompeu uma sequência de quedas desde maio.  O resultado do mês de julho ainda não pode ser considerado uma reação positiva do mercado, considerando que o mês de junho foi impactado por vários feriados e eventos da Copa do Mundo.
Em julho de 2014, foram emplacados 7.385 novos veículos importados pelas associadas à ABEIFA, o que representa 2,6% do total dos 279.815 automóveis e comerciais leves emplacados no mês no Brasil.
No acumulado do ano (janeiro a julho), as associadas à entidade emplacaram 53.868 veículos, o que representa uma queda de 15% na comparação com o mesmo período de 2013. Os resultados seguem confirmando o que a entidade tem divulgado, de que o segundo semestre poderá ter uma pequena reação, mas a perspectiva para o ano de 2014 é a de que a meta inicialmente prevista de 120 mil unidades não deverá ser atingida.
No comparativo isolado com o mês de julho de 2013, quando foram emplacados 9.654 veículos, houve queda de 23,5% nos emplacamentos das associadas.
Para Marcel Visconde, presidente da ABEIFA, o ano de 2014 tem sido desafiador para o setor de importação de veículos, tanto para as marcas de maior volume como para os importadores de produtos de nicho e as previsões recentes mostram que as perspectivas de melhora não virão no curto prazo.
 

Marcel Visconde, presidente da ABEIFA

Marcel Visconde, presidente da ABEIFA


“A confiança virá com melhoras dos índices de crescimento, controle da inflação e retomada do poder de compra dos consumidores. Acreditamos que o segundo semestre terá um desempenho melhor, por conta de ações de marketing e do maior evento do segmento, que é o Salão do Automóvel”, completa o presidente da entidade.
 
 

Sem Comentários

Insira um Comentário