AUDI AG tem crescimento das vendas de 9,7% sem julho

AUDI AG tem crescimento das vendas de 9,7% sem julho

AUDI AG: 9,7 Prozent Absatzplus im Juli
A AUDI AG iniciou o segundo semestre do ano com um maior crescimento das vendas: as vendas globais aumentaram ano a ano cerca de 9.7 por cento em julho, totalizando aproximadamente 144.000 carros. A empresa conseguiu novamente incrementar suas vendas em cada uma das três principais regiões em termos de vendas no mundo: cerca de 5,4 por cento na Europa, 16,2 por cento na Ásia-Pacífico e 12,1 por cento na América do Norte. Desde janeiro cerca de 1.013.350 carros Audi foram entregues para os clientes da marca, um aumento de 11,1 por cento.
 
“Conseguimos manter com sucesso a nossa estratégia global de crescimento em julho e pela primeira vez na história da Audi superamos a marca do milhão de carros vendidos após apenas sete meses,” disse Luca de Meo, Membro do Conselho Administrativo para Vendas da AUDI AG. “Isso significa que estamos em posição uma muito boa para chegar a bem mais que 1,6 milhão de entregas este ano.”
 
O Audi A6, o modelo de tamanho integral mais vendido da marca, exerceu um papel significativo para as cifras mensais positivas em julho. Graças também à forte demanda pela sua versão particularmente ultra eficiente, as entregas globais do modelo cresceram cerca de 13,6 por cento se comparadas com o mesmo mês do ano anterior, para cerca de 26.500 unidades. Com o Sedan A3, que está atraindo um grande número de potenciais clientes para as concessionárias em vários países, a família A3 foi responsável pelo crescimento mais forte na carteira da Audi em julho, com as vendas crescendo 52.3 por cento e totalizando cerca de 25.450 carros.
 
Nos Estados Unidos também, a AUDI AG continua a expandir sua gama de modelos no segmento compacto premium, após o lançamento altamente bem sucedido do Sedan A3 no mercado americano em abril. A partir deste mês, o modelo também estará disponível lá como Sedan S3 esportivo movido a diesel limpo TDI. Além disso, o conversível Cabriolet A3 e o SUV Q3 compacto serão colocados à venda pela primeira vez no mercado americano no final de agosto e fortalecerão ainda mais a posição da marca dos quatro anéis. Um terço dos clientes da marca nos EUA já estão optando por uma SUV. Em todos os modelos, as vendas da Audi em julho nos Estados Unidos cresceram cerca de 11,9 por cento para 14.616 carros. Desde o início do ano, as entregas aumentaram cerca de 13,3 por cento para 98.965 unidades, ultrapassando o desenvolvimento geral do mercado americano. A Audi também alcançou um alto ritmo de crescimento no Canadá – com o total de vendas em julho subindo 6,8 por cento para 1.935 veículos.
 
Após alcançar o volume de vendas mais forte no primeiro semestre do ano na história da empresa na Europa, a AUDI AG também conseguiu vender mais carros em julho no seu continente natal do que um ano atrás. As entregas aumentaram cerca de 5,4 por cento no último mês, com cerca de 63.950 carros entregues aos clientes. A cifra de cerca de 474.000 clientes da Audi na Europa desde janeiro representa um aumento acumulado de 6,7 por cento ano a ano. Em julho, o Reino Unido (+12,3% para 11.852 carros), a Itália (+19,2% para 4.791 carros) e a Espanha (+12,1% para 3.422 carros) em particular ajudaram a impulsionar ainda mais a marca na trajetória do crescimento de dois dígitos.
 
A Coreia do Sul, com um aumento de 65,8 por cento para 2.861 carros vendidos em julho, encabeçou mais uma vez o dinâmico crescimento da Audi na região da Ásia-Pacífico. Nesse mercado em crescimento e estrategicamente importante, os prestigiados modelos de tamanho integral da Audi comprovaram ser especialmente populares. A Coreia do Sul é hoje o quarto maior mercado do mundo em termos de vendas para o principal modelo da marca, o Audi A8. Na Austrália também, os negócios para a montadora premium continuam a crescer de forma substancial: aumento de 15,8 por cento para 1.535 entregas em julho.
 
Na China, particularmente o Q3 e a versão com longa distância entre os eixos do A6 impulsionaram as vendas da Audi no último mês, que a marca encerrou com um aumento de 15,6 por cento e 48.279 carros entregues. Quase duas vezes mais clientes do que no mesmo mês do ano anterior optaram apenas pelo Q3 (+98,4% para 8.052 carros); as vendas do A6 L, que é o modelo da Audi mais vendido no mercado, cresceu cerca de 20,9 por cento para 14.061 unidades. O crescimento acumulado de 17,4 por cento em toda a linha de modelos da Audi equivale a 316.945 entregas desde o início do ano. Desse modo, a Audi superou pela primeira vez a marca de 300.000 unidades vendidas na China após apenas sete meses, e até mesmo vendeu mais carros do que em todo o ano de 2011 até o final de julho: o total de entregas no Império do Meio em 2011 chegou a 313.036 veículos após doze meses.
 
 
 
 

Vendas da

AUDI AG

Em julho

Acumulado

2014

2013

Mudança com relação a

2013

2014

2013

Mudança com relação a

2013

Mundo

144.000

131.321

+9,7%

1.013.350

911.788

+11,1%

Europa

63.950

60.685

+5,4%

474.000

444.347

+6,7%

– Alemanha

22.303

21.904

+1,8%

162.306

150.249

+8,0%

– Reino Unido

11.852

10.550

+12,3%

95.209

84.601

+12,5%

– França

4.892

4.889

+0,1%

35.394

35.107

+0,8%

– Itália

4.791

4.018

+19,2%

30.770

28.843

+6,7%

– Espanha

3.422

3.053

+12,1%

26.211

24.138

+8,6%

– Rússia

2.600

2.954

-12,0%

20.566

21.135

-2,7%

EUA

14.616

13.064

+11,9%

98.965

87.341

+13,3%

México

1.020

954

+6,9%

7.225

6.573

+9,9%

Brasil

1.048

700

+49,7%

7.277

3.280

+121,9%

Ásia-Pacífico

56.250

48.395

+16,2%

375.000

319.218

+17,5%

– China

(incluindo Hong Kong)

48.279

41.766

+15,6%

316.945

269.905

+17,4%

 
 
 

Sem Comentários

Insira um Comentário