Restauranteur Giancarlo Bolla, dono do La Tambouille, morre em São Paulo

Restauranteur Giancarlo Bolla, dono do La Tambouille, morre em São Paulo

Giancarlo-Bolla-divulgação
Sócio, restaurateur e chef, entre outros, do La Tambouille, Leopolldo e Bar des Arts, Giancarlo Bolla morreu, na noite de ontem, dia 10 de setembro, vitimado por falência múltipla de órgãos em consequência de um câncer.
Ele, que dominava como ninguém a arte da gastronomia e, com sua peculiar elegância, delicadeza e gentileza, acolhia a todos seus clientes, parceiros e colaboradores, criou uma rede de amigos e admiradores, o que lhe permitiu ser reconhecido como um dos grandes nomes da culinária no Brasil.
Nascido em San Remo, na Itália, Giancarlo Bolla chegou ao Brasil em 1957. Instalou-se em São Paulo, onde, aos 16 anos, começou sua carreira como garçom. Passou por casas renomadas como o Roma, o Rubayat e o restaurante do hotel Ca’d’Oro. Em sua adolescência, Bolla empunhava bandejas para servir visitantes em férias no balneário da Riviera Italiana.
O restaurateur sempre acreditou ter herdado o interesse por gastronomia do avô, responsável pelas refeições em um transatlântico, cujo trajeto ia de Gênova a Buenos Aires. Foi com a mãe, uma cozinheira de mão cheia, que começou a apreciar iguarias como coelho, ossobuco e vitela. Com apenas 24 anos, já era um dos maîtres mais jovens da cidade de São Paulo.
No início dos anos 90, fundou o Grupo Leopolldo com mais três sócios (Fernando Dehlomme, Jorge Elias e Francisco Lima), no qual supervisionava a cozinha e os serviços do Leopolldo Jardins, Leopolldo Itaim e do Bar des Arts. Também era proprietário do estrelado restaurante La Tambouille.
 
 
 

Sem Comentários

Insira um Comentário