De parar o trânsito

De parar o trânsito

Tamara-Ecclestone-with-Ferrari-599
Uma das últimas barreiras para as mulheres rasgarem o rótulo de sexo frágil está nos carros que elas escolhem para zanzar por aí
Kim Kardashian New Ferrari
Esqueça aqueles carrinhos fofos, coloridos e cheios de porta-trecos – desenhados para conquistar o público feminino. Agora pense nas supermáquinas, com seus traços arrojados e motores envenenados. Pronto, já dá para admitir que dirigir uma Ferrari, acelerar a bordo de um Lamborghini e chegar ao limite com um Mustang Cobra também fazem parte da sua lista de desejos.
cindy-crawford-is-still-driving-a-bentley-continental-the-stingray-looked-better_5
Natural que num cenário de mulheres cada vez mais poderosas, onde as solas vermelhas dos saltos altíssimos dividem as atenções com as bolsas Hermès, outras portas tenham se aberto. Então, nada de se deixar enfeitiçar pelo design arredondado dos fuscas neocontemporâneos ou sucumbir a um desses veículos com pinta de que o motorista engravatado está no comando. É hora de olhar com cobiça para o arsenal genuinamente masculino.
britânica Danielle Lloyd
Quem não se intimidou foi a it girl Tamara Ecclestone, filha do mandachuva da Fórmula 1, Bernie Ecclestone. Depois do mimo dado pelo pai – uma Ferrari 599 cinza – a moça não é vista mais sozinha pelas baladas de Londres. Mas é estacionar o auto para ouvir piadas machistas. Ok, quase nenhum homem engole o fato de uma beldade manobrar seus sonhos de consumo.
Interior-Tamara-Ecclestones-Ferrari-599
Outro dia mesmo estava caminhando pelas ruas de Boston, nos Estados Unidos, quando dois marmanjos comentavam sobre as maravilhas do Bentley Continental parado a poucos metros dali (vale dizer que é o mesmo modelo usado pela boneca Barbie!). O bate-papo mudou de tom assim que uma dessas loiras moldadas à mão, bem ao estilo da boneca citada algumas linhas acima, abriu a porta do passageiro e colocou no banco os cachorrinhos peludos que trazia no colo. Em seguida, assumiu o volante e ganhou as ruas lindamente – deixando os rapazes atônitos. O comentário? “Como pode uma mulher pilotar um carro desses?”
bentley Barbie
Pois é, as ex-bond girls não se contentam mais com o papel de “complemento da lataria”. Elas avançaram o sinal e apostaram que não há gênero capaz de determinar quem vai conduzir o possante. Gostem ou não, a realidade está mais para as femme fatales, de Cindy Crawford (e seu inseparável Bentley) e Kim Kardashian (feliz proprietária de uma Ferrari 458 Italia branca), passando pela top britânica Danielle Lloyd (que arrasa corações com a Ferrari F430 conversível) até a eterna Bonequinha de Luxo, Audrey Hepburn, que não saia de casa sem a sua Ferrari 250 GT Pininfarina Cabriolet.

Audrey Hapburn

Audrey Hapburn


 

Patricia Favalle, especial para Super TopMotor

 
 
 
 
 
 

Sem Comentários

Insira um Comentário