Toyota do Brasil divulga Relatório de Sustentabilidade 2014 com boas marcas

Toyota do Brasil divulga Relatório de Sustentabilidade 2014 com boas marcas

Emblema-do-Toyota-Prius-Foto-Aflo-Images-630x420
A japonesa Toyota está completando 58 anos de Brasil e está muito comprometida com o meio ambiente e, principalmente, a sustentabilidade. Em seu ano fiscal 213-2014, a Toyota conseguiu evitar a poluição de 360 toneladas de CO2 (dióxido de carbono) e ainda garantiu a economia de 41 mil m2 de água, mesmo aumentando a produção de veículos – passou de 113.715 unidades para 129.653 – em 12%. Tais dados são destaque do Relatório de Sustentabilidade 2014 da empresa que foi divulgado ontem, dia 6 de novembro.
toyota_rs2013_capa-1024x583
Medidas foram tomadas como, por exemplo, o uso de água na produção de cada veíuclo foi reduzido: este ano foram gastos 2,12 m³ de água, contra 2,81 m³ em 2013, ou seja, uma economia de 4,5% por veículo. A montadora ainda devolve a rede pública de abastecimento parte da água usada na produção, após fazer o tratamento físico-químico, totalmente limpa.
Durante as operações de logística a empresa deixou de emitir 9,2 toneladas de CO2, mudando alguns processos de trabalho e rota dos caminhões que fazem o transporte de material.
Além destas ações, a Toyota também apresentou soluções de mobilidade para o futuro. No ano passado, os carros híbridos da montadora corresponderam a 15% das vendas globais. O modelo Prius, por exemplo, já conta com cerca de sete milhões de unidades comercializadas no mundo inteiro.

Prius, sucesso de vendas da marca

Prius, sucesso de vendas da marca


E, um dos modelos que, no futuro breve, será um sucesso é o FCV, carro movido a hidrogênio que será vendido inicialmente no Japão e Estados Unidos em 2015, pois os países já se preparam para instalação de 100 postos de hidrogênio, até 2016. A vantagem desse modelo é a emissão zero de poluentes. O FCV retorna a natureza apenas vapor de água. Quem dera milhares deles circulando aqui no Estado de São Paulo que, quiçá, poderiam solucionar o problema da falta de abastecimento e nível baixo das represas.
 
FCV: o futuro da marca

FCV: o futuro da marca


Durante o mesmo evento, a Fundação Toyota também foi destaque: completa esse ano seu aniversário de cinco anos. A entidade foi criada em abril de 2009, com para unificar e ampliar as ações de responsabilidade social da Toyota no Brasil. A fundação faz diversos trabalhos voltados para o meio ambiente, como patrocinar o projeto Toyota APA Costas dos Corais, em parceria com a fundação SOS Mata Atlântica e o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade. Este projeto consiste na preservação dos recifes de corais associados ao peixe-boi marinho, em uma área de 413 mil hectares, nos estados de Alagoas e Pernambuco. Além do patrocínio, a Fundação Toyota, criou um fundo, para que o projeto se torne autossustentável em dez anos.
fundacao-toiota1
Outro projeto apoiado pela fundação é o Arara Azul, administrado pelo Instituto Arara Azul. Há 20 anos a Toyota ajuda este projeto e a fundação passou a colaborar desde a sua criação. O foco desta ação é proteger e monitorar a cerca de três mil aves na região do pantanal sul-mato-grossense. Na década de 90, eram apenas 1.500 aves na região, ameaçadas de extinção, atualmente a Arara Azul não está mais na lista de animais em extinção.
Arara Azul, projeto apoiado pela Fundação Toyota

Arara Azul, projeto apoiado pela Fundação Toyota


Nas cidades onde a Toyota tem sede (Guaíba (RS), Indaiatuba (SP), São Bernardo do Campo (SP), São Paulo (SP), Sorocaba (SP), e Porto Feliz (SP)), a fundação realiza alguns trabalhos socioeducacionais, como o projeto Ambientação, que usa uma metodologia exclusiva, para identificar problemas e buscar soluções sustentáveis. Outras ações praticadas são: reflorestamento, gerenciamento de resíduos e uso racional da energia elétrica e água. Segundo a fundação, em cinco anos, 415 mil pessoas foram atingidas com essas ações, chegando a reduzir em 50% o consumo de recursos naturais e economizando R$ 70 mil aos cofres públicos.
 

Sem Comentários

Insira um Comentário