Forbes divulga as equipes que mais “valem” na Fórmula 1

Forbes divulga as equipes que mais “valem” na Fórmula 1

safe_image
A Scuderia Ferrari está numa draga! Bem, não é assim. Segundo pesquisa divulgada pela Revista Forbes, a equipe italiana é a mais valiosa do circo da Fórmula 1 que  teve em 2013 uma receita de cerca de 369 milhões, mais 132 milhões do que qualquer outra equipe.
001_small
A publicação aponta que a maior parte desta receita provem de duas fontes: patrocínios e prêmios. No primeiro caso, Santander, Shell e UPS pagam uma grana “preta” com suas logomarcas estampadas nos carros. Em relação ao prémios, e que muita polémica têm dado nos últimos tempos, estão relacionados com vários fatores: resultados, peso histórico e visibilidade. A Scuderia é por isso a mais valiosa da Fórmula 1, avaliada pela Forbes em cerca de 1 bilhão de euros.
Logo_mclaren
Em segundo lugar encontra-se outra equipe que está longe também da ponta. Trata-se da McLaren que vale algo como 649 milhões de euros. Já a RBR surge apenas na terceira posição, avaliada em 513 milhões. A equipa foi a que mais cresceu em relação a 2012: 60%. A Mercedes, por sua  vez, aparece apenas em quarto, cotada em 449 milhões.

Quanto à Williams, aparece na quinta posição, avaliada em 304 milhões, seguida da Lotus, 196 milhões, e a Force India, 128 milhões, na sétima posição. O oitavo lugar é ocupado pela Sauber, que está cotada em 124 milhões de euros, seguida pela STR, avaliada em 120 milhões. Na rabeira, Marussia e Caterham, equipes que estão neste momento fora da Fórmula 1, enquanto procuram investidores para continuar na competição, não foram incluídas na análise.

Sem Comentários

Insira um Comentário