Da Escócia: whisky como solução para combustível

Da Escócia: whisky como solução para combustível

1037023
Sabe-se que a Escócia é a terra do whisky. Agora, imagine que ele pode ser uma solução de combustível. Sim: fato! Quando se trata de biocombustíveis, a maioria das pessoas pensa de etanol obtido a partir de culturas de cana de açúcar ou biodiesel feito de gordura e outros óleos naturais. Mas usar apenas as culturas para criar biocombustível não vai adiantar e também deve se voltar para a criação de resíduos no líquido que alimenta nossas vidas. Um desses resíduos é a borras que sai da destilaria de whisky.
Martin
A Celtic Renewables, uma empresa startup – aquelas que começam e precisam de apoios financeiros de investidores – com sede em Edimburgo, Escócia,  encontrou uma maneira criar biobutanol de borras. O combustível alternativo pode ser utilizado para alimentar praticamente todos os motores de combustão interna, sem modificações, ou pode ser misturado com o combustível normal. O CEO da empresa Mark Simmers espera iniciar a produção em escala comercial em 2015, como está atualmente trabalhando com a destilaria de whisky Tullibardine em Blackford, Escócia.
D-PA-B
Como funciona? O processo por trás da coisa toda é chamado fermentação ABE (acetona, butano, etanol) e começa com a mistura da cerveja em um pote e borras em uma pasta fermentada. Este último é então destilado para se obter o butanol, etanol e acetona. Tudo o que resta então é separado e seca-se a ser utilizado como alimento para animais de alta qualidade.
CELTIC-RENEWABLES-LTD-PROCESS
É uma situação ganha-ganha para todos. A destilaria normalmente tinha que pagar outros empresários para vir e tirar os restos considerados inúteis para alimentar os porcos com eles. Agora, o borras irão gerar combustível, poupar algumas culturas e depois servir de alimentação para os porcos.

Sem Comentários

Insira um Comentário