Fórmula 1: a revolta das equipes médias contra o suposto “cartel”  das grandes

Fórmula 1: a revolta das equipes médias contra o suposto “cartel”  das grandes

Two_Dollar_Formula_1_Racecar_by_orudorumagi11-1024x576
Agora fedeu de vez na Fórmula 1! E Bernie Ecclestone finge que num vê e nem ouve. O negócio é o seguinte: Lotus, Force India e Sauber exigem uma reunião urgente com o big boss Ecclestone em Abu Dhabi para evitar a criação de uma Fórmula 1 dividida: grandes, médias e equipes pequenas.
E, como você sabe, a coisa tá pra lá de feia  pois a categoria já já perdeu duas equipes – Caterham e Marussia –  e agora conta com o risco de perder algumas consideradas intermédias. Ecclestone, por sua vez,  recusa-se a ajudar financeiramente e até mesmo fazer uma distribuição mais equilibrada das receitas, preferindo antes como solução a criação de uma tal categoria Super-GP2.
622_6764fa35-eaa5-30a8-a2b9-44c3890f5042
A ideia é que as equipes pequenas corram com carros da GP2, embora mais desenvolvidos, o que não é do agrado de todas, que receiam uma Fórmula 1 em dois níveis. Em carta enviada a Bernie Ecclestone,  Force India, Sauber e Lotus pedem uma reunião urgente no sentido de encontrar soluções, nomeadamente aumentar as verbas atribuídas e que saem do “bolo” dos direitos comerciais da F1.
As equipes consideradas intermediárias lembram que já tentaram várias ações de sensibilização para o problema e acusam Ecclestone e o Grupo de Estratégia, composto por Red Bull, Ferrari, Mercedes, McLaren e Williams, de alinharem numa espécie de “cartel que controla a distribuição de fundos”.
Para Bob Fernley, diretor da Force India, as informações que nos deram foram claras: não há dinheiro. Existe um plano já definido e passa por equipes clientes ou a Super-GP2. E isso vai ajudar a manter o grid”.
images
Monisha Kaltenborn, chefe da Sauber, criticou duramente a postura de Bernie Ecclestone, lamentando que a Fórmula 1 perdeu seu fascínio.  “Estão destruindo tudo aquilo que os fãs querem e gostam. É um pensamento empresarial muito cego”, afirmou. Ou seja, fedeu de vez!

Monisha foi pedir "cascalho" a Ecclestone

Monisha foi pedir “cascalho” a Ecclestone

Sem Comentários

Insira um Comentário