Iveco lança o Tector de 15 toneladas

Iveco lança o Tector de 15 toneladas

Iveco (2)
O novo motor desenvolvido pela FPT Industrial para o veículo entrega 206 cavalos de potência.
A Iveco lançou nesta semana o Tector 150E21 Economy 4X2, nova opção de caminhão na categoria de veículos comerciais médios. O modelo marca também o lançamento da geração Economy, cuja principal novidade é o uso de propulsores ainda mais eficientes que, no novo Tector, oferecem a maior potência e o maior torque da categoria, aliados a uma significativa economia de combustível, até 15% superior ao líder de vendas do segmento, segundo a Iveco.
Com PBT (Peso Total Bruto) de 15.400 quilos, o veículo tem chassi reforçado e versatilidade para receber quaIquer tipo de implemento. “Nove em cada dez compradores aprovam o Tector. Procuramos manter nessa nova versão todos os atributos que tornaram o veículo tão reconhecido pelos nossos compradores. O Tector 15 toneladas é perfeito para entregas urbanas e apresenta desempenho igualmente excepcional em distâncias curtas e médias em rodovias”, afirma Marco Borba, vice-presidente da Iveco para a América Latina.
Projetado, desenvolvido e fabricado no Complexo Industrial da Iveco em Sete Lagoas (MG), o novo Tector Economy tem seus resultados embasados por uma série de testes feitos pela equipe do Centro de Desenvolvimento de Produto da fabricante. Isso envolve quase 1 milhão de quilômetros percorridos em estradas, serras, vias urbanas com e sem pavimentação, além de campos de testes específicos para avaliar a durabilidade e a resistência estrutural do veículo.
 
O segmento de 15 toneladas representa uma fatia significativa do mercado de caminhões médios e semipesados no Brasil, com 15% de participação e vendas estáveis, com cerca de 4.000 unidades por ano. A maioria circula nas cidades e regiões metropolitanas de médio e grande porte, como Belo Horizonte, Rio de Janeiro e São Paulo. Entre os principais nichos de mercado estão o transporte de alimentos, materiais de construção e metais em geral.
O Tector 150E21 Economy apresenta 206 cavalos de potência máxima (a 2.500 rpm) e torque de 720 Nm, na faixa que vai de 1.350 a 2.100 rotações. Esses excelentes resultados se devem à tecnologia de ponta do novo motor N45, desenvolvido pela FPT Industrial. O propulsor, com quatro cilindros e tecnologia SCR, teve um aumento de cilindrada em relação ao seu antecessor – o motor NEF4 – de 3,9 para 4,5 litros.
Embora mais potente, o novo propulsor também conseguiu uma significativa melhora do consumo de combustível. Testes realizados pela equipe de engenharia da Iveco, em uma aplicação urbana, considerando o veiculo 100% carregado, apontam que o novo modelo Iveco economizou 10% mais combustível que o líder do segmento. Numa aplicação urbana, sem carga, a economia chega a 15%.
A transmissão usada é a mecânica Eaton, de seis marchas, com novo acionamento a cabo, que permite um aumento no conforto e na precisão da troca de marchas. Além disso, torna o processo mais ágil, facilitando o desempenho do veículo, principalmente em trechos urbanos.
A vida a bordo também ficou mais confortável, devido às novas molas parabólicas da suspensão dianteira do veículo, com capacidade de absorção de impacto e vibrações elevada.
Na suspensão traseira, as molas parabólicas de duplo estágio se adaptam melhor aos diferentes tipos de terreno, distribuindo os impactos e contribuindo para a estabilidade do caminhão. Além disso, as molas parabólicas são mais leves, mais modernas e suportam quantidades maiores de carga.
A cabine ainda é equipada com molas helicoidais na suspensão posterior. Para o motorista, o resultado é uma viagem mais prazerosa, com movimentos mais suaves. No interior, os tecidos usados são os mesmos do Tector Stradale, versão Premium da linha, conferindo um ar mais sofisticado ao veículo.
 
Mercedes-Benz leva seus comerciais leves à VUCFAIR
1
Caminhões Accelo e veículos Sprinter são atrações da fabricante no evento de transporte e distribuição urbana.
A Mercedes-Benz destaca a versatilidade de seus veículos Accelo e Sprinter no VUCFAIR 2014 – Salão dos Veículos Comerciais Leves e Pick Ups, que está sendo realizado até 21 de novembro no Centro de Exposições Imigrantes, em São Paulo (SP).
No estande da marca estarão expostos dois caminhões Accelo 1016 versão 13 toneladas (com 3º eixo montado por implementadores) com básculas de 5 m³, ao lado de furgões e chassis Sprinter 311 Street. Estas duas linhas de veículos oferecem aos clientes versões VUC (Veículo Urbano de Carga), que podem circular mesmo em zonas de restrição, conforme a legislação da cidade de São Paulo.
O estande também trará novidades e destaques do mais completo portfólio de produtos e serviços de pós-venda. Além disso, o Banco Mercedes-Benz divulgará produtos de seguros e de financiamento.
A experiência, conhecimento e competência da Mercedes-Benz na geração de soluções para o transporte e a distribuição urbana serão compartilhadas em painéis temáticos do evento. No dia 19 de novembro, especialistas das áreas de Marketing de Produto de Caminhões e de Vans apresentarão palestras sobre os produtos da marca  e a mobilidade urbana.
“Os caminhões da nossa marca são reconhecidos pela alta qualidade, tecnologia de ponta, força, robustez, reduzido consumo de combustível, menor custo operacional, disponibilidade para o trabalho e elevado nível de conforto para o motorista”, destaca Gilson Mansur, diretor de Vendas e Marketing de Caminhões da Mercedes-Benz do Brasil. “Com isso, eles proporcionam excelente custo/benefício e produtividade para as atividades de transporte e logística, assegurando rentabilidade para os negócios dos nossos clientes”.
 
Final da F-Truck terá decisão inédita entre dois pilotos da MAN
2
Prova de encerramento da temporada 2014 será no dia 7 de dezembro no Autódromo de Goiânia (GO).
A temporada 2014 da Fórmula Truck só termina no dia 7 de dezembro, com a disputa da décima e última etapa do campeonato em Goiânia (GO), mas já é possível afirmar que o título ficará com um piloto da equipe MAN Latin America: Leandro Totti, com seu caminhão Volkswagen Constellation, lidera a tabela com 203 pontos e, desta forma, só pode ser superado pelo segundo colocado, seu companheiro de equipe, Felipe Giaffone, que pilota o caminhão MAN TGX.
A diferença entre os dois é de 22 pontos, sendo 32 o número máximo que um piloto pode marcar em um final de semana de Fórmula Truck. No título de marcas, o campeonato brasileiro já está assegurado matematicamente para a MAN Latin America, com 412 pontos, 116 a mais que a segunda colocada.
“Este tem sido um ano histórico para nós na Truck. A categoria está a cada ano cada vez mais competitiva e conquistar todos os títulos possíveis em um ano é algo muito gratificante, que mostra que o envolvimento da engenharia da fábrica neste desenvolvimento e laboratório nas pistas está dando certo”, diz Rodrigo Chaves, Diretor de Engenharia da MAN Latin America.
Na metade da temporada, o time também garantiu o título de pilotos no campeonato sul-americano: Totti fechou o campeonato com 125 pontos, e o vice-campeão foi Giaffone, com 64 pontos – a MAN Latin America também garantiu o título sul-americano.
Apesar de já trabalhar com o título assegurado no Brasileiro, o time irá focar os esforços em Goiânia para obter mais uma vitória – o que seria a oitava em dez etapas. “Vamos festejar bastante os títulos depois da bandeirada, mas até o final da última corrida, vamos continuar trabalhando intensamente para buscar a vitória e dar o melhor resultado possível para a MAN Latin America, garantindo também que nossos dois pilotos, Totti e Giaffone, possam fazer uma bela disputa na pista pela decisão do campeonato, como os fãs da Truck estão esperando”, diz Renato Martins, chefe da equipe MAN Latin America.
Totti venceu neste ano as corridas de Caruaru, Curitiba, São Paulo, Brasília, Cascavel e de Córdoba, na Argentina. Com seis vitórias no ano e o título sul-americano já assegurado, vai para Goiânia em busca de seu segundo título em 2014 e o segundo brasileiro em sua carreira.
 

Mauro Cassane/MM Editorial

 

Sem Comentários

Insira um Comentário