Ecclestone e seu "engraçado" Cartão de Natal. Tema2014: corrupção

Ecclestone e seu "engraçado" Cartão de Natal. Tema2014: corrupção

Bernie-Ecclestone-009
Quem acha que o big boss da Fórmula 1 é um “chato” se engana. Todos os anos, Bernie Ecclestone envia uma cartão de Natal que serve de caricatura a determinado acontecimento que marcou a temporada. Este ano, o big boss da Fórmula 1 decidiu brincar com o processo de corrupção em que esteve envolvido.
Ecclestone foi acusado de suborno a um banqueiro alemão na venda de ações da Fórmula 1. Foi julgado em Munique ,Alemanha, mas pagou uma multa para dar um fim ao julgamento. Caso julgado como culpado, o boss poderia pegar uma pena máxima de 10 anos de prisão.
EcclestoneChristma_3142662k
Na caricatura natalina, o detentor dos direitos comerciais da Fórmula 1 aparece com um saco, onde se pode ler “100 milhões de dólares”, valor que pagou de multa para escapar da prisão. Pode ainda ver-se um individuo vestido de preto, montado a cavalo, a apontar uma arma a Ecclestone: “Isto não é um assalto. Estou apenas cobrando pelo Estado da Bavária”. “Talvez agora possamos ter uma fantástica corrida de Fórmula 1 em Munique”, brinca Ecclestone em mensagem no verso, em alusão ao julgamento no Tribunal de Munique, na Alemanha.

Cartão de 2013: alusão ao Pacto de Concórdia.

Cartão de 2013: alusão ao Pacto de Concórdia.


No ano passado, Ecclestone tinha brincado com a assinatura do novo Pacto da Concórdia. No postal, o próprio Ecclestone surgia de mão dada com o presidente da FIA, Jean Todt numa cerimônia de casamento.

Sem Comentários

Insira um Comentário