Tecnologia: Audi traz som 3D para o carro

Tecnologia: Audi traz som 3D para o carro

BANG-OLUFSEN-audi-3D-car
Uma experiência de áudio tridimensional digna de um laboratório sonoro: a Audi torna esse cenário uma realidade. O som 3D, que em breve entrará em uso na produção, também possibilita que o ouvinte viva a experiência da altura espacial. O acréscimo da terceira dimensão torna a impressão acústica ainda mais clara e mais vívida. Essa rica experiência de áudio redefine o padrão de referência para o prazer de ouvir música no carro.
Bang-Olufson-3D-Sound-System
Há muitos anos, a Audi ganhou renome por estabelecer repetidas vezes novos marcos em termos de qualidade do som. A tecnologia mais recente, o som 3D, estreará no Audi Q7 em 2015. Ela está disponível como um componente do Sistema de Som Avançado da Bang & Olufsen e também do Som Surround da Bose. No seu coração há um complexo algoritmo que calcula os sinais de controle para cada autofalante de forma suave e precisa. A Audi o desenvolveu para o sistema da Bang & Olufsen em parceria com o Instituto Fraunhofer para Circuitos Integrados de Erlangen.
Faszinierend plastisch: Audi bringt den 3D-Klang ins Auto
No primeiro estágio do processo, o software decompõe os dados da fonte musical nos seus menores componentes espaciais. Ela faz isso usando as informações espaciais contidas nos dados. Por exemplo, quando um artista está cantando no palco, o piso, o teto e as paredes da sala de concerto refletem o som em diferentes intervalos de tempo. O som é refletido ao tocar o solo em poucos milésimos de segundos, ao passo que ele só é  refletido por uma parede a 40 metros (131.2 pés) de distância após mais de 200 milésimos de segundos. Usando essas diferentes reflexões sonoras, o algoritmo consegue calcular um modelo matemático de qualquer sala de gravação. É irrelevante se o sinal de áudio é gravado em mono, estéreo ou em um sistema 5.1 Surround Sound. O formato dos dados da música e a sua fonte – tal com “online streaming”, rádio VHF ou CD – também são irrelevantes.
Faszinierend plastisch: Audi bringt den 3D-Klang ins AutoFaszinierend plastisch: Audi bringt den 3D-Klang ins Auto
O segundo estágio do processo envolve o rearranjo das porções do som para que o padrão sonoro dentro do carro corresponda ao padrão da sala de gravação original. Isso requer um intenso esforço de cálculos. No Sistema de Som Avançado da Bang & Olufsen, o processador de sinais digitais energiza 11 canais com um total de 23 autofalantes de tal forma que o som é igualmente preciso e harmonioso em cada assento. Quatro autofalantes instalados nos postos A e cada um deles alimentando seus próprios canais difundem as porções sonoras que geram a altura espacial. Autofalantes desenvolvidos recentemente, tal como um subwoofer ampliado de 200 milímetros (7,9 pol.) a 250 milímetros (9,8 pol.) e um novo amplificador agora com uma saída de 1.920 watts garantem um prazer da audição do mais alto calibre. O sistema  Surround Sound da Bose, que gera o som surround com 20 autofalantes, também possui quatro autofalantes localizados em uma posição mais alta para gerar a terceira dimensão.
Com o som 3D, a Audi mantém sua tradição de ser pioneira em soluções tecnológicas. Em 2005, por exemplo, vimos o advento do som de altíssima qualidade no Audi A8 com o Sistema de Som Avançado da Bang & Olufsen. O som premium da empresa dinamarquesa chegou à categoria de carros compactos em 2012, quando ele surgiu pela primeira vez na terceira geração do modelo Audi A3. O novo Audi TT deu um passo importante em direção ao som 3D em 2014 com a adoção da tecnologia Symphoria, um software desenvolvido mais uma vez em parceria com o Instituto Fraunhofer para o processamento e reprodução de sinais de áudio.
 
 

Sem Comentários

Insira um Comentário