Magneti Marelli comemora sucesso de tecnologia pioneira em pedais híbridos

Magneti Marelli comemora sucesso de tecnologia pioneira em pedais híbridos

marelli
Depois de cinco anos do primeiro fornecimento de pedais híbridos para o mercado de equipamento original, a divisão de Módulos e Componentes Plásticos do grupo Magneti Marelli, responsável pelo desenvolvimento e produção do componente, comemora a marca de quatro mil peças produzidas por dia, o que corresponde a 92% da produção diária do componente.
Os pedais que acionamos durante a condução de um veículo, na verdade, são montados em um subconjunto, tradicionalmente constituído por uma estrutura metálica que sustenta os pedais de acelerador, freio e embreagem, dependendo do modelo de veículo onde será empregado, já que os modelos com câmbio automático ou automatizado não possuem o pedal da embreagem.
Graças ao desenvolvimento das tecnologias aplicadas aos materiais plásticos, a Magneti Marelli é pioneira na produção de pedais com esse tipo de material, sendo que o pedal de freio é híbrido, pois é fabricado em metal e plástico.
Os pedais híbridos asseguram menor peso (ganho de até 37% em comparação a um 100% metálico), além de redução do custo de produção e investimento em ferramentais. O produto possui, ainda, melhor qualidade dimensional e design mais agradável e adaptável ao projeto do veículo.
Quanto ao processo industrial, a solução permite otimizar e até eliminar operações realizadas na fabricação dos pedais convencionais, metálicos, como, por exemplo, processos de solda e pintura.
“Desde o seu lançamento, cerca de 2,5 milhões de peças já foram produzidas. As montadoras têm buscado diminuição de peso dos veículos e redução na emissão de poluentes através de inovações tecnológicas. E o pedal híbrido vai ao encontro dessas necessidades. Como tendência, existem novos projetos que estão sendo analisados e desenvolvidos”, afirma Renzo Argentin, diretor da Divisão de Componentes Plásticos e Módulos da Magneti Marelli.
Atualmente, os modelos equipados com pedais híbridos Magneti Marelli são os GM Cobalt, Onix, Prisma e Spin; Fiat Bravo, Doblò, Gran Siena, Idea, Novo Palio, Novo Uno e Strada; Peugeot 208 e Aircross e Citroën C3. No caso da GM, as peças são exportadas, também, para o Uzbequistão e para a Indonésia.

Sem Comentários

Insira um Comentário