E agora Felipe Nasr? Crise financeira na Sauber

E agora Felipe Nasr? Crise financeira na Sauber

teamsauber_2785841
Que coisa hein? O negócio anda preto pelos lados de muitas equipes de Fórmula graças a grande crise financeira que abala o mundo. Na Fórmula 1, então, o lance é bem mais sério. E Felipe Nasr pode ficar a pé. A poucos dias do início da pré-temporada da temporada 2015, em Jerez, a Sauber corre sérios riscos de seguir os passos da Caterham e Marussia. As dificuldades financeiras são muitas e o desenvolvimento do C34 terá sido mesmo suspenso por falta de material.
Tudo isso acontece na equipe de Peter Sauber graças a pior temporada – 2014 – que a equipe teve desde sua estreia na categoria.  Com isso, os patrocinadores “fogem” e os custos aumentaram. E muito. A situação explica, em parte, com as contratações do brasileiro Felipe Nasr e do sueco Marcus Ericsson. Só os dois trouxeram 40 milhões de euros (R$ 116 milhões), que foram destinadas a pagar dívidas antigas.
twitter-felipe-nasr
A entrada da promessa italiana Raffaele Marciello, oriundo da academia Ferrari, como piloto de testes, permite um desconto de 9 milhões de euros (R$ 26,2 milhões) para a compra dos motores V6 Turbo do construtor italiano.

O motor Ferrari

O motor Ferrari


Com a nova temporada já em andamento, a Sauber foi obrigada o a suspender o desenvolvimento do C34, por falta de material. O projeto já terá sido retomado, mas existem muitas dúvidas que a Sauber consiga estar nos primeiros testes de pré-temporada, a partir de 1 de fevereiro. E agora Felipe Nasr? Como ficamos? A pé?

Sem Comentários

Insira um Comentário