FIA processa Philipe Streif. Motivo: acidente Jules Bianchi

FIA processa Philipe Streif. Motivo: acidente Jules Bianchi

img_7894
A “mão de ferro” da FIA voltou! E já tem sua primeira vítima: o ex-piloto da Fórmula 1, o francês Philipe Streif. Motivo: as criticas ao relatório sobre o acidente de Jules Bianchi durante o GP do Japão, no mês de outubro, na temporada de 2014, que deixou o piloto em estado de coma.
jules_bianchi_philippe_streiff_nagy
Streiff também tem história, digamos, um pouco semelhante à de Bianchi: está paralítico depois de um acidente durante testes de pré-temporada de Fórmula 1, em 1989. A tal acusação do francês foi direto em cima de dois nomes fortes da FIA: o mandatário Jean Todt acusou Jean Todt e Gérard Saillant, presidente da comissão médica da FIA.
“Todt organizou um relatório sobre o acidente de Bianchi. É um documento preparado por um grupo de dez amigos, incluindo Gérard Saillant, para fazer com que a FIA se exima dos seus erros”, bradou Streif.
A FIA já reagiu e divulgou em comunicado que recusa as acusações de  Streiff. A assessoria de Imprensa da informa que Todt e Saillant ficaram “consternados” com as acusações do ex-piloto.  “As observações ofensivas e difamatórias de Philipe Streif são totalmente infundadas e têm uma intenção maliciosa”, diz o comunicado oficial da FIA.  Todt e Saillant já pediram aos advogados para que o caso seja levado à Justiça.
JeanTodt1

Sem Comentários

Insira um Comentário