Magneti Marelli comemora a formatura de mais 80 jovens em cursos de formação profissional

Magneti Marelli comemora a formatura de mais 80 jovens em cursos de formação profissional

 LOGO MAGNETI MARELLI
Em 2004, a Magneti Marelli, uma das principais fabricantes de sistemas e componentes automotivos do mundo, aderiu ao programa Formare no Brasil com o objetivo de oferecer formação profissional a jovens de baixa renda das comunidades onde está presente. Desde então, a empresa já beneficiou mais de 800 adolescentes, incluindo os 80 que finalizaram o curso no ano passado. As cerimônias de formatura acontecem nos dias 29 de janeiro (Amparo) e 5, 6 e 10 de fevereiro (Hortolândia, Lavras e Mauá, respectivamente).
O Formare desenvolve potencialidades de jovens de comunidades de baixa renda para integrá-los à sociedade como cidadãos e profissionais. Os cursos oferecidos nas escolas são certificados pela UTFPR (Universidade Tecnológica Federal do Paraná) e reconhecido pelo Ministério da Educação.
O projeto é realizado em parceria com a Fundação Iochpe, organização que se dedica a apoiar profissionais e empresas em suas ações de desenvolvimento sustentável. Segundo dados da própria Fundação, cerca de 80% dos ex-alunos do Formare entram no mercado de trabalho logo após o término do curso.
escola-formare
O grande diferencial do Formare é reunir comunidade, empresa e empregados dentro de um mesmo programa. Isso porque os educadores dos cursos são os funcionários da empresa, que atuam de forma voluntária durante o horário de trabalho. Hoje, a Magneti Marelli conta com cerca de 350 educadores voluntários trabalhando no programa, que recebem um treinamento específico e se tornam aptos a transmitir seus conhecimentos para os adolescentes. Anualmente, são realizadas mais de 3000 horas de voluntariado nas quatro escolas Magneti Marelli.
Com uma média de investimento anual de R$ 175 mil por escola, salas de aula com toda a infraestrutura necessária são mantidas dentro das fábricas de Hortolândia, Amparo e Mauá, no Estado de São Paulo, e de Lavras, em Minas Gerais.
Ao todo são oferecidos quatro cursos diferentes nas escolas da Magneti Marelli: Assistente de Manutenção de Máquinas Automatizadas de Produção (Hortolândia), Operador de Manufatura de Produtos em Metal e Serviços (Amparo), Mecânico de Produção e Montagem de Produtos (Lavras), Assistente de Produção e Montagem Mecânica (Mauá/Santo André). Os cursos são reconhecidos pelo Ministério da Educação por meio da Universidade Tecnológica Federal do Paraná – UTFPR e são definidos levando em conta as atividades da Magneti Marelli e das demais empresas da região.
Cada curso atende a 20 jovens e tem duração de um ano. O aluno, que é selecionado na comunidade por meio de provas, entrevistas e visitas domiciliares – que atestam sua verdadeira necessidade em participar do projeto – recebe todos os benefícios para que possa frequentar as aulas de maneira satisfatória, incluindo transporte, uniforme, bolsa-auxílio, refeição e assistência médica.
Além de aulas técnicas, temas como higiene, saúde, segurança, comunicação e relacionamento, diversas atividades de integração (música e teatro, horta, por exemplo) também são ministradas pelos empregados da Magneti Marelli.
Depois de concluir o curso, o aluno estará mais preparado a ingressar no mercado de trabalho podendo fazer parte do quadro de colaboradores da Magneti Marelli, porém isto dependerá do número de vagas disponíveis na empresa e também da idade do candidato, além de outros critérios classificatórios. Mais informações sobre o programa podem ser obtidas no site www.formare.org.br

Sem Comentários

Insira um Comentário