Mercedes-Benz do Brasil inicia a construção da sua fábrica de automóveis

Mercedes-Benz do Brasil inicia a construção da sua fábrica de automóveis

20150205_e603bda589a2419f8acf16d82d5321c3_fgd-3470
A Mercedes-Benz do Brasil realizou ontem, 5 de fevereiro, em Iracemápolis, interior de São Paulo, a cerimônia da pedra fundamental que marca o início da construção de sua fábrica de automóveis no Brasil.
Serão investidos mais de R$ 500 milhões na unidade que irá produzir, a partir de 2016, o sedã Classe C e o SUV GLA.  Com a nova fábrica, a Mercedes-Benz do Brasil será a única Empresa do setor automotivo a produzir, na América Latina, caminhões, ônibus, vans e automóveis.
A nova planta brasileira se integrará à rede global de produção da Mercedes-Benz. “Estamos colocando a primeira pedra no terreno de nossa nova fábrica, onde serão produzidos automóveis nacionais com a mesma qualidade dos fabricados na Alemanha”, declara Philipp Schiemer, presidente da Mercedes-Benz do Brasil e CEO América Latina.
A partir do próximo ano, quando a Empresa completará 60 anos de atividades no País, a marca estará presente em todos os momentos da vida dos brasileiros com veículos nacionais, seja no transporte de produtos ou de pessoas.
“Acreditamos no potencial de crescimento do mercado brasileiro. A planta de Iracemápolis demonstra a nossa confiança no País e a certeza de que vamos continuar investindo em produtos cada vez mais sintonizados com os desejos dos clientes”, afirma Schiemer.
O governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, destaca que a nova fábrica da Mercedes-Benz proporcionará a criação de novos empregos e investimentos na região de Iracemápolis. “Esse empreendimento comprova a vitalidade do setor industrial paulista. Contará com a infraestrutura de São Paulo e a mão de obra qualificada dos brasileiros que aqui vivem, além da parceria e do apoio permanente da Agência Investe SP”, declara Alckmin.
20150205_464bc1ca46ff478a913b16279b9ce4f6_fgd-3364
A Investe São Paulo, agência do governo paulista responsável por atender os projetos das empresas privadas no Estado, assessora a Mercedes-Benz desde março de 2013. “Foram sete meses de um intenso trabalho da Investe São Paulo para mostrar que o Estado era a opção ideal para instalação da nova planta. Além disso, fornecemos todo o suporte nas áreas ambiental,  infraestrutura e também no relacionamento junto às concessionárias de serviços públicos e à prefeitura de Iracemápolis”, explica o presidente da Investe SP, Juan Quirós.
A fábrica de Iracemápolis faz parte da estratégia da Mercedes-Benz de tornar-se líder mundial de vendas de automóveis premium até 2020.
Markus Schäfer, membro do Board da Mercedes-Benz Automóveis, Produção e Logística, explica que a nova planta terá um papel determinante para essa expansão global, sendo referência para outras fábricas da marca em termos de flexibilidade, eficiência e sustentabilidade no processo produtivo. “Estamos convencidos: vamos produzir os produtos certos para o mercado certo e no momento certo”, enfatiza Schäfer.
O segmento brasileiro de automóveis premium tem evoluído de forma expressiva, duplicando seu volume entre 2010 e 2014. A expectativa é de uma demanda duas vezes maior até 2020, segundo Dimitris Psillakis, diretor geral Automóveis da Mercedes-Benz do Brasil.
“Para atender um mercado cada vez maior, exigente e com desejos e necessidades diferentes, a marca renovou nos últimos dois anos toda a sua linha de automóveis”, declara o executivo.
No ano passado, a Mercedes-Benz bateu recorde de vendas de automóveis no País. No acumulado de 2014, foram emplacadas 11.912 unidades, volume 25% maior do que o registrado em 2013.
“Estamos em um momento promissor. E é neste contexto que estamos esquentando os motores para a nova fábrica de Iracemápolis, que irá produzir o Classe C e o GLA, nossos modelos que são sucesso no mercado e respondem por aproximadamente 70% do nosso mix de vendas”.
20150205_7ba7165855274ee695ba3a3a255fdb51_gla-1
Para sustentar o crescimento de vendas no Brasil, a Mercedes-Benz também tem investido no aprimoramento e ampliação de sua rede de concessionários. A marca tinha 27 revendas em 2010, saltando para 45 em 2014 e continuará em expansão nos próximos anos.

Sem Comentários

Insira um Comentário