Sebastian Vettel e seus “curiosos” nomes dos carros

Sebastian Vettel e seus “curiosos” nomes dos carros

Sebastian-Vettel-Ferrari-Formel-1-Test-Jerez-1-Februar-2015-articleTitle-512518dc-840631
Sebastien Vettel é mesmo uma figura ímpar. O jovem tetra campeão além de seus vários e diversos capacetes, tem a mania de um nome de uma mulher a todos os carros pilota  na Fórmula 1. E, sua Ferrari SF 15-T, foi “batizada de  Eva, que tem origem no hebraico e significa “ aquela que tem vida”.

Eva

Eva


“Escolhi este nome pelo comportamento demonstrado durante os testes realizados em Jerez de la Frontera e Barcelona”, explicou Vettel. A ideia de dar nomes de mulheres aos carros não é de agora. Primeiro foi a “Julie”, em 2008, com a qual Vettel conquistou a sua primeira vitória, no GP da Itália, quando defendia a Toro Rosso.
Já nos anos de Red Bull os nomes escolhidos foram “Kate” e “Kate’s Dirty Sister” (2009); Luscious Liz que virou Randy Mandy (2010);  “Kinky Kylie”  (2011);; “Abbey” (2012), em homenagem a uma das suas bandas favoritas, os Beatles, mais concretamente ao álbum “Abbey Road”, gravado em 1969; Hungry Heidi” (2013); e a discreta “Suzie” (2014).
Suzie

RBR 10: só incertezas


Perguntado o porquê de dar nomes de mulheres as máquinas, Vettel explicou que “é importante ter uma relação próxima com o carro. Assim como um navio, um carro sempre tem de ter nome de mulher, pois os carros são sexy”.
Confira os nomes que Sebastian Vettel já deu aos seus carros na Fórmula 1:
2008 (Toro Rosso / STR3) – Julia
2009 (Red Bull / RB5) – Katie / Katie’s Dirty Sister
2010 (Red Bull / RB6) – Luscious Liz (Liz gostosa) / Randy Mandy
2011 (Red Bull / RB7) – Kinky Kylie
2012 (Red Bull / RB8) – Abbey
2013 (Red Bull / RB9) – Hungry Heidi
2014 (Red Bull / RB10) – Suzie
2015 (Ferrari / SF15-T) – Eva

Sem Comentários

Insira um Comentário