Delivery X Sair para comer: como economizar mais?

Delivery X Sair para comer: como economizar mais?

delivery
Apesar da alta nos preços relacionados ao setor da alimentação, os brasileiros estão encontrando alternativas para economizar e não deixar de lado seus costumes relacionados ao hábito de se alimentar. De acordo com dados do SEBRAE apresentados no último ano, 60% das refeições são feitas em restaurantes e 7% dos brasileiros solicitam o serviço de entrega (delivery).
Uma maneira de economizar nas refeições fora de casa é recorrer aos aplicativos de reservas. Já existem algumas opções no mercado que indicam o restaurante com desconto mais próximo da sua localização. O app Grubster, por exemplo, disponibiliza mesas em mais de 300 restaurantes de São Paulo e possibilita realizar uma reserva com apenas 30 minutos de antecedência. Além disso, ele garante 30% de desconto no valor total da conta. “Nos últimos doze meses o número de reservas nas terças e quartas-feiras cresceu 300%, o que nos chamou bastante atenção. As pessoas estão gastando menos ao sair para comer fora, mas continuam saindo. Elas aproveitam os descontos para manter seus padrões”, afirma Pedro de Conti, CEO do Grubster.
_318-61208
As pessoas que saem para comer ainda contam com uma diversidade maior de culinárias e opções de comida. É uma ótima oportunidade para sair da rotina, conhecer novos estabelecimentos e gastar pouco. Restaurantes badalados como o Arola 23, L’Entrecôte de Paris e Tartuferia San Paolo disponibilizam mesas por meio do aplicativo. Além disso, sair para comer evita a pia suja e gastos com a taxa de entrega.
Para os que preferem serviços de delivery, uma forma de reduzir os gastos é buscar cupons promocionais nos sites dos estabelecimentos. Alguns disponibilizam benefícios relacionados aos pedidos, apesar da taxa de entrega nem sempre ser muito em conta. Os deliverys também possuem opções mais limitadas. Nem todos os itens do cardápio podem ser enviados para entrega. De acordo com levantamento do site HelloFood, a pizza é a preferência do paulistano na hora de pedir comida. Lanches, comida chinesa e japonesa também entram na lista dos mais pedidos.
 
 

Sem Comentários

Insira um Comentário