Avaliação: Toyota Corolla XEi, sucesso de vendas justificado

Avaliação: Toyota Corolla XEi, sucesso de vendas justificado

DSC07040
É amplamente conhecido por todos o fato de que o Toyota Corolla é o carro mais vendido da história da indústria automobilística mundial, com mais de 40 milhões de unidades vendidas desde 1966. Os segredos para durar tanto tempo nesse mercado competitivo também são de conhecimento popular: qualidade e confiabilidade. No Brasil não é diferente. O Corolla foi lançado no começo dos anos 90 e desde lá conquistou um público cativo, que mantém-se até hoje. O sucesso promete expandir-se com sua nova geração, que é vendida no país em quatro versões: GLi 1.8L, com transmissão manual de seis velocidades; GLi 1.8L com transmissão automática Multi-Drive, que simula sete velocidades no modo Drive e no modo sequencial, por meio de trocas na alavanca de transmissão; e XEi e Altis, ambos 2.0L e equipados com transmissão automática Multi-Drive. Super Top Motor avaliou a versão XEi, um dos modelos que apresenta a melhor relação custo/benefício de sua categoria, que está à venda no mercado brasileiro por R$ 86.900.
DSC07045
Um aspecto que chama a atenção à primeira vista, comparado com a geração anterior, é o design, mas agressivo e jovial. A grade frontal destaca-se pelo seu posicionamento um pouco mais baixo, solução encontrada pelos engenheiros da Toyota para garantir melhor eficiência aerodinâmica. O conjunto de faróis é novo e integrado ao para-lamas, o mesmo acontecendo com as lanternas.
No interior, a impressão é de se estar em um carro de categoria superior, com um nível de conforto excepcional. Os principais responsáveis: o revestimento padrão couro em cor cinza no banco, volante, painel das portas e manopla de câmbio; o  adorno em prata, que se estende por todo o painel central e presente também no volante, além dos detalhes com acabamento em padrão fibra de carbono.
DSC07046
Sem conhecer em profundidade a geração anterior, foi possível perceber que o espaço interno é muito bem distribuído, passando uma agradável sensação de conforto. A impressão não é à toa. O espaço interno realmente cresceu em relação ao antecessor: o Corolla XEi atual oferece 2,7 metros de entre-eixos, 10 centímetros a mais do que a geração anterior. Também foram adotados bancos dianteiros mais finos. O desenho do Novo Corolla possibilitou, ainda, a realocação das caixas de rodas para as extremidades da carroceria, proporcionando mais comodidade a todos os ocupantes. São 7,5 centímetros adicionais entre a base do banco traseiro e o encosto do banco dianteiro.
O espaço para os joelhos dos passageiros que viajam na parte traseira do veículo totaliza 70,6 centímetros, o que significa aumento de 8,5 cm. Já o espaço para os pés, beneficiado pelo assoalho traseiro de desenho totalmente plano, cresceu 9,2 centímetros.
DSC07047
O condutor tem à sua disposição um painel de instrumentos completo e de muito fácil leitura. Na versão avaliada, são encontrados nele dois grandes círculos em suas extremidades: o do lado esquerdo reúne o conta-giros e o termômetro do motor, o direito engloba o velocímetro e o indicador de combustível. Ao centro, está presente uma tela display ao estilo TFT, na qual são exibidas diversas informações sobre a condução, em projeção tridimensional.  Entre elas, a marcha que está sendo simulada pela transmissão Multi-Drive.
A zona de operação é equipada com uma grande tela de Multimídia de 6.1 polegadas, que reúne todas as demais informações do carro, incluindo os dados do computador de bordo. Nessas configurações, o controle do ar-condicionado é digital.
Outro item que transmite sensação de exclusividade é a iluminação clear blue para os indicadores de velocidade e rotação do motor no painel de instrumentos, sistema de áudio, relógio e ar-condicionado, quando o farol está acionado. A intensidade da luz pode ser regulada conforme a preferência do motorista.
Motor eficiente
Malagrine
A versão avaliada é equipada com um motor 2.0L Flexfuel, Dual VVT-i DOHC de 16 válvulas, com desempenho satisfatório. Ele descarrega 143 cv de potência a 5.600 rpm,  quando abastecido com gasolina, e 154 cv de potência a 5.800 giros, com etanol. O torque máximo nesta configuração é de 19,4 kgfm a 4.000 rotações (com gasolina) e 20,3 kgfm a 4.800 giros (com etanol).
Pode-se conseguir uma economia maior de combustível ao manter-se o carro a uma velocidade baixa e estável, sem acelerações ou freadas contínuas. Para ajudar o veículo a ter um comportamento eficiente nesse sentido, a marca japonesa equipou a versão XEi com a transmissão Multi-Drive, que tem como diferencial um software de gerenciamento, que simula sete marchas, mesmo quando o motorista conduz o veículo com o câmbio na posição Drive. Essa transmissão oferece ao motorista a possibilidade de trocas manuais seqüenciais na alavanca de câmbio e também por meio das borboletas localizadas atrás dos volantes. A versão XEi conta também com a tecla “Sport Mode” que, quando acionada, altera o mapeamento do software de gerenciamento da transmissão e proporciona ao sedã um comportamento dinâmico mais esportivo.
A ignição é feita por meio de uma chave tradicional e o sistema de partida é a frio, para utilização do etanol em baixas temperaturas, que dispensa o tanque de combustível auxiliar e, consequentemente, seu reabastecimento periódico com gasolina. No dispositivo da Toyota, os bicos injetores são dotados de um sistema que preaquece o etanol no momento da partida, quando o motorista vira a chave de ignição.
Ampla lista de equipamentos
DSC07050
A Toyota recheou o Novo Corolla com uma grande lista de itens de conforto e conveniência. Vale a pena citar os itens inclusos: direção eletroassistida progressiva, ar-condicionado automático digital, chave do tipo canivete, com comandos do alarme integrados, múltiplos porta-objetos nas portas e no console central, computador de bordo com seis funções (consumo médio e instantâneo, indicador Eco Drive, autonomia, velocidade média, velocidade instantânea, tempo de percurso, controle de iluminação do painel e temperatura externa), coluna de direção com regulagem de altura e profundidade, hodômetro e relógio digital, farol de neblina, volante multifuncional, acionamento dos vidros elétricos por um toque nas quatro portas, bancos traseiros bipartidos (60/40), com descanso de braço central e porta-copos, controle de velocidade de cruzeiro e retrovisor interno eletrocrômico. Também está disponível na versão XEi, um novo sistema Multimídia, com tela de 6.1 polegadas, com todas as funções do áudio, dispositivo de navegação, câmera de ré, conexões USB para iPod® e similares e dispositivo Bluetooth®. O aparelho traz como novidade um sistema que reproduz DVD e capta sinal de TV Digital.
DSC07051
Palavra de consumidora
A ortodontista Natalie Haddad é proprietária de um modelo 2013 do Toyota Corolla XEi e deu algumas voltas com o modelo avaliado por Super Top Motor pelas ruas de São Paulo para comparar com o seu veículo. Sua impressão é que o XEi subiu de nível. “O acabamento está bem melhor, com o padrão couro nos bancos e na cabine em geral. O design está mais agradável, e na direção o carro continua respondendo muito bem”, afirma Natalie.

Texto e fotos: Pedro Damian e divulgação (fotos)

 
 
 
 
 
 
 
 

Sem Comentários

Insira um Comentário