Serviço: conheça os sinais de desgaste dos amortecedores

Serviço: conheça os sinais de desgaste dos amortecedores

amortecedor
Itens de segurança do veículo, os amortecedores, parte do conjunto de suspensão, são responsáveis por amenizar os impactos na carroceria, frear os movimentos da mola e manter os pneus em contato com o solo. “São componentes, que quando desgastados ou danificados, comprometem a estabilidade e a dirigibilidade do veículo, especialmente, em curvas, podendo ocasionar acidentes”, afirma Jair Silva, gerente de qualidade e serviços da Nakata. Além da perda de estabilidade, quando comprometidos, podem provocar balanço excessivo em arrancadas e freadas, vazamento de óleo e barulho anormal. “Há diversos riscos ao veículo e ocupantes porque aumenta a distância de frenagem, tendência de aquaplanagem em superfícies alagadas e de o veículo sair para o lado de fora das curvas, desgaste prematuro dos pneus entre outras consequências”, adverte.
Segundo Silva, alguns cuidados podem ser observados para não interferir na durabilidade dos amortecedores, como evitar excesso de peso, não passar em lombadas ou buracos com velocidade incompatível,  fazer regularmente o alinhamento de direção e o balanceamento das rodas. “Terrenos irregulares ou a má pavimentação exercem mais impacto nos amortecedores podendo ocasionar desgaste prematuro de seus componentes”, explica.
Ele lembra que é preciso ficar atento, pois o motorista acaba se adaptando às mudanças geradas pelo desgaste das peças ao trafegar com o carro. Isso porque as alterações acontecem paulatinamente e o motorista se acostuma e acaba achando que é a condição normal do veículo.
É recomendado fazer a revisão no veículo a cada 10.000 km em uma oficina de confiança especializada. “Ao constatar desgaste ou qualquer dano, o amortecedor deve ser substituído por outro novo com as mesmas características e qualidade do modelo original para garantir a segurança do veículo”, conclui.

Sem Comentários

Insira um Comentário