Serviço: cuidado especial com o sistema de exaustão de seu veículo

Serviço: cuidado especial com o sistema de exaustão de seu veículo

escapamento
Poucas pessoas se lembram da importância do sistema de exaustão para um veículo. Em épocas de inspeção veicular obrigatória, a atenção voltou-se mais para esses componentes, mas com sua paralização, o esquecimento retornou, deixando de lado uma conscientização extremamente importante.
Um escapamento furado ou quebrado, por exemplo, pode trazer muitos prejuízos além do barulho incômodo que faz. As pessoas podem não ter ideia, mas ele influi inclusive no consumo de combustível do veículo. Se alguma peça do sistema de exaustão está danificada, mesmo que seja um pequeno furo, a taxa de contrapressão dos gases internos pode variar, influenciando no gasto de combustível do veículo e consequentemente no aumento da emissão de poluentes.
exautao completo
Segundo o artigo 230 do Código Brasileiro de Trânsito, além desses problemas, é proibido por lei circular com escapamento ou silenciador furado ou danificado, sendo considerado uma infração grave, podendo acarretar 5 pontos na carteira de motorista e aplicação de multa no valor de R$ 127,69. A infração prevê ainda a retenção do veículo para regularização.
Não podemos ignorar também os malefícios que a poluição traz para a saúde, principalmente em épocas onde a umidade do ar é mais baixa e no inverno, trazendo sérios riscos respiratórios como bronquites, alergias, rinites, enfisemas, distúrbios cardiovasculares e até mesmo câncer, sendo considerada uma das 10 maiores causas de mortes no mundo.
carro
Mesmo sem problemas mecânicos aparentes, o Gerente de Engenharia e Qualidade da Mastra, Valdecir Rebelatto, recomenda que seja feita uma avaliação preventiva a cada seis meses. “Os componentes mais comuns nos carros da nossa frota são: coletor, catalisador, silenciador intermediário e silenciador traseiro. Qualquer um deles que apresente algum tipo de problema pode influenciar no consumo de combustível do veículo ou até mesmo no desempenho do motor”. completa Rebelatto.
Em uma verificação periódica pode-se constatar, por exemplo, o desgaste de borrachas, coxins e abraçadeiras, responsáveis pela fixação das peças do conjunto. “São peças que sofrem desgaste natural por estarem próximas a peças que acumulam muito calor, mas são facilmente substituídas e com custo baixíssimo (menos de R$ 5,00) podem assegurar o aumento da vida útil dos escapamentos”, explica Rebellato.
escaper
Para mais informações ou dúvidas sobre aplicações, ligue para o 0800 166 127 ou preencha o formulário na área “contato” do nosso site www.mastra.com.br.
 

Sem Comentários

Insira um Comentário