ZEN conquista prêmio de ecologia com o projeto “Produção Mais Limpa (P+L)”

ZEN conquista prêmio de ecologia com o projeto “Produção Mais Limpa (P+L)”

Troféu Onda Verde
A implementação da consciência ambiental no processo produtivo fez com que a ZEN, maior fabricante mundial independente de impulsores de partida, conquistasse o 22º Prêmio Expressão de Ecologia. Certificada pelo Ministério do Meio Ambiente como a principal do Brasil, a premiação promovida pela Editora Expressão ocorreu no dia 14 de agosto, em Florianópolis na sede da FIESC (Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina).
A ZEN foi uma das vencedoras com o projeto P + L (Produção + Limpa), que aumenta a eficiência no uso dos recursos naturais como água, energia, gás, óleo e resíduos de Classe 1, durante os processos de fabricação.
Segundo o Diretor Industrial, Eduardo Bertolini, que representou a empresa durante a premiação, além de o Programa P+L atender ao cumprimento de regras ambientais, auxilia a empresa na redução de custos e desperdícios. O executivo afirmou que a companhia investe há muitos anos na área ambiental e que o prêmio surge como um reconhecimento das ações da ZEN ao longo dos anos.

Eduardo Bertolini da ZEN e Rodrigo Coutinho da Editora Expressão

Eduardo Bertolini da ZEN e Rodrigo Coutinho da Editora Expressão


“Esse é um dos diversos projetos adotados pela ZEN na área de Gestão Ambiental”, comemora o executivo. Bertolini ressalta que a empresa conta com um Comitê responsável pelos resultados de projetos dessa área, que melhorou o indicador de desempenho ambiental em 7% com relação aos resultados de 2013.
Desde a implantação do P+L, a ZEN reduziu em 21,4% a geração de resíduos sólidos contaminados, além de obter uma economia de 550MW no consumo de energia elétrica e 2,05% no consumo de água.
O projeto P+L foi adotado em 2014 pela ZEN para atender à condicionante da Licença Ambiental de Operação, solicitada pela FATMA (SC), que exige a redução de resíduos sólidos contaminados e efluentes por meio de indicadores e programas ambientais.
 

Sem Comentários

Insira um Comentário