FENABRAVE: venda de automóveis cai 8,9% em agosto

FENABRAVE: venda de automóveis cai 8,9% em agosto

Fenabrave
Se o governo federal espera algum sinal de recuperação da economia, este não virá tão cedo do setor automotivo. Os números do mercado em agosto, divulgados pela Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores), mostram que a venda de automóveis no país continua caindo, sem perspectivas de melhora a curto prazo. Em agosto, as vendas de automóveis e comerciais leves caíram 8,9% em relação a julho e 22,9% na comparação com agosto de 2014, para 199.853 unidades.
Em relação ao segmento de caminhões e ônibus, situação é pior. Foram vendidas em agosto 7.416 unidades de veículos pesados, uma queda de 9,7% em relação a julho e de 44,4% na comparação com agosto de 2014.
No total de 2015, a situação é trágica. Foram vendidos 1.689.000 automóveis e comerciais leves até o último dia de agosto, o que representa uma queda de 20,4% em relação ao mesmo período do ano anterior. O recuo entre os caminhões e ônibus foi maior, de 40,35%, na comparação com o mesmo período de 2014. Apenas 64.762 unidades neste segmento foram vendidas.
A previsão da Fenabrave para 2015 é de queda nas vendas de 22,9% para automóveis e comerciais leves e de 41,75% para caminhões e ônibus.
Em conseqüência desse cenário, continua em queda livre também o nível de emprego e o número de concessionárias. De janeiro até agosto foram fechadas 347 lojas, o que representa, segundo a Fenabrave, de 5 a 6% do total. Neste número estão incluídas concessionárias de automóveis, motos e caminhões. Por esse motivo, 17 mil empregos foram eliminados em 2015, até o momento.
 
 
 
 

Sem Comentários

Insira um Comentário