ANFAVEA: exportação de autoveículos cresce 10,5% no acumulado do ano

ANFAVEA: exportação de autoveículos cresce 10,5% no acumulado do ano

041209_anfavea_1
A Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores, Anfavea, divulgou na sexta-feira, 4, o resultado da indústria automobilística em agosto. Os dados apontam que as exportações de autoveículos, que engloba automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus, aumentaram 10,5% este ano comparado com o ano passado.
 
O volume de veículos exportados este ano chegou a 260 mil unidades enquanto no mesmo período do ano passado era de 235,3 mil. O balanço mostrou crescimento também na análise mês a mês: foram 34,6 mil unidades enviadas para outros países em agosto, o que representa um salto de 21,9% frente a julho com 28,4 mil veículos. Quando comparado com as 31,7 mil de agosto do ano passado, a alta é de 9,2%.
 
As vendas, porém, ficaram abaixo em 21,4% no período janeiro a agosto deste ano, quando 1,75 milhão de veículos foram negociados – em 2014 resultado de igual período era de 2,23 milhões. O licenciamento em agosto encerrou o mês com 207,3 mil unidades, o que significa baixa de 8,9% na análise contra as 227,6 mil de julho. Há contração também quando comparado os meses de agosto deste ano e do anterior, com 272,5 mil unidades, o que levou a uma diminuição de 23,9%.
 
Para Luiz Moan Yabiku Junior, presidente da Anfavea, apesar do crescimento das exportações, consequência da taxa cambial e de importantes acordos firmados, o mercado interno ainda enfrenta cenário complicado:
 
“A confiança do consumidor e do investidor continua em xeque e a não conclusão do ajuste fiscal impede um planejamento acurado pelas empresas. Neste contexto, acreditamos que ações como as parcerias firmadas com Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal, de financiamento à cadeia produtiva, além da criação de medidas de agilização e simplificação, como os casos da Esteira Agro BB e da transferência de veículos usados, são fundamentais para melhorar o humor vigente e estimular mercado e produção”.
 
A produção em agosto ficou abaixo em 3,5%: foram 216,5 mil unidades no mês e 224,3 mil em julho. Ao se comparar com as 264,6 mil de agosto do ano passado o decréscimo foi de 18,2%. Somente em 2015 1,73 milhão de autoveículos deixaram as linhas de montagem, o que representa contração de 16,9% contra os 2,08 milhões do ano passado.
 
 
O Festival do Consorciado Contemplado, ação promovida pela Abac, Anfavea e Fenabrave, ocorreu entre 1º de maio e 31 de julho. O objetivo era estimular o mercado de autoveículos e máquinas autopropulsadas ao oferecer, por meio das empresas e concessionárias participantes, benefícios e vantagens exclusivas para que os consorciados já contemplados utilizem o crédito disponível para adquirir veículo.
 
O balanço final registrou resultados positivos. No período de realização, enquanto as vendas caíram 23,3% no comparativo com o mesmo período do ano passado, a utilização de cartas de crédito de consórcios para compra de veículos leves e pesados aumentou 6,9%. Com este resultado, a participação relativa dos consórcios no licenciamento cresceu 39,4% no período.
 
A ação contou com a participação de 26 empresas e marcas: Audi, BMW, CAOA, Citroën, Ford, Ford Caminhões, DAF, FCA (Fiat Chrysler), General Motors, Hyundai, International, Iveco, Mahindra, MAN Latin America, Mercedes-Benz, MMC Mitsubishi, Nissan, Peugeot, Scania, Toyota, Volkswagen, Volvo, Moto Honda (associada à Abraciclo), Guerra, Randon e Rodofort (associadas à Anfir).
 

Sem Comentários

Insira um Comentário