Motos: manutenção e conscientização na Semana Nacional de Trânsito

Motos: manutenção e conscientização na Semana Nacional de Trânsito

Abraciclo_640x408
A necessidade de realização de manutenção preventiva das motocicletas e a conscientização de motociclistas e motoristas sobre o respeito às regras e normas de trânsito são ações fundamentais para a redução de acidentes, de acordo com avaliação da ABRACICLO, Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares, feitas nesta Semana Nacional do Trânsito (18 a 25 de setembro).
Para realizar a avaliação, a entidade levou em conta os resultados consolidados do MotoCheck-Up, maior programa setorial da América Latina para motociclistas, que já teve 19 edições realizadas desde 2008, atendendo a cerca de 35 mil motociclistas da Região Metropolitana de São Paulo, ABC Paulista, Santos (SP), Recife (PE), Brasília (DF), Manaus (AM) e Teresina (PI). Em cada evento, que dura em média três dias, são avaliados gratuitamente 21 itens de segurança das motocicletas presentes.
O levantamento mostrou que o item com maior desgaste é o freio traseiro, registrado em 33,4% das motocicletas avaliadas.
mot
“O desgaste apurado no freio comprovou que os motociclistas brasileiros não têm o hábito de realizar a frenagem combinada entre os freios dianteiro e traseiro, que acionados simultaneamente podem reduzir em até 50% a distância para a parada total da motocicleta. Por isso, introduzimos no evento uma demonstração prática de frenagem eficiente, visando a melhoraria das condições de segurança dos motociclistas”, diz José Eduardo Gonçalves, diretor executivo da Abraciclo.
Outra fonte de análise da entidade foi a conclusão do estudo científico “Causas de Acidentes envolvendo Motociclistas”, elaborado pelo Hospital das Clínicas, da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo – USP. Diferentemente do que se costuma comentar, o estudo mostrou que mais da metade dos acidentes de trânsito envolvendo motociclistas é causada por motoristas de outros veículos (51%). Todavia, independentemente de quem seja o causador desse tipo de acidente, o principal motivo para que ocorra é um só: a imprudência do condutor, que gera 88% das ocorrências.
mot2
“A imprudência pode ser reduzida com fiscalização mais intensa e rigorosa nas vias, mas também merece atenção especial dos educadores. Afinal, como determina o próprio Código de Trânsito Brasileiro, é preciso introduzir a disciplina de Educação de Trânsito nas escolas do ensino fundamental ao superior, para que crianças, adolescentes e jovens obtenham conhecimento e sejam conscientizados sobre normas e regras, que podem transformar o trânsito em ambiente de convivência mais segura e pacífica”, afirma o diretor da Abraciclo.
O estudo “Causas de Acidentes com Motociclistas”, realizado pelo Hospital das Clínicas, está disponível para download integral e gratuito pelo link http://www.abraciclo.com.br/images/seguranca/pesquisa-causa-de-acidentes-com-motocicletas.pdf.
 

Sem Comentários

Insira um Comentário