NGK leva tecnologia de ponta em ignição ao Salão Duas Rodas

NGK leva tecnologia de ponta em ignição ao Salão Duas Rodas

salao_duas_rodas_abertura_b
Reconhecida pelo mercado mundial de motocicletas – montadoras e principais categorias de competição, como a MotoGP – a NGK leva a alta performance das velas Iridium ao Salão Duas Rodas 2015. A especialista em sistema de ignição e referência do setor automotivo, expõe as mais modernas tecnologias em velas de ignição, sensores de oxigênio e terminais supressivos, que são utilizadas nas mais importantes competições esportivas internacionais. O evento acontece de 7 a 12 de outubro, no Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo (SP).
O principal destaque tecnológico são as consagradas velas Iridium, que oferecem desempenho superior, melhorando a eficiência de queima do motor, economia de combustível, redução da emissão de poluentes e estabilidade de marcha lenta. Também proporcionam partidas mais fáceis, menor possibilidade de falhas de ignição e maior durabilidade quando comparadas às velas convencionais, podendo, em muitos casos, ter vida útil até quatro vezes superior.
salao_duas_rodas_servico_b
Vale ressaltar que a NGK é fornecedora oficial de velas de ignição para Yamaha, Ducati, Honda e Suzuki, além das equipes independentes do campeonato de MotoGP. A marca está fortemente associada ao melhor desempenho e à inovação tecnológica.
“As velas de ignição da NGK têm contribuído para a conquista do título durante 26 anos consecutivos na principal categoria da Moto GP, atestando a nossa posição de maior especialista em velas de ignição do mundo”, informa Marcos Mosso, chefe de Marketing da NGK do Brasil, que atende às principais montadoras de motocicletas do Brasil e ao mercado de reposição.
Para atrair o público, a NGK transmite vídeos das principais marcas patrocinadas pela empresa na MotoGP. O estande também conta com uma tela touchscreen que exibe os treinamentos, vídeos promocionais e materiais de apoio disponíveis no portal www.ngkntk.com.br.
salao_duas_rodas_tabela_aplicacao_iridium_b
Os terminais supressivos têm como função conduzir a alta tensão produzida pela bobina (transformador) até as velas, sem permitir fuga de corrente. São projetados com resistência a altas temperaturas, tensão, ao ataque de combustível e solvente. Em caso de problema na peça, a motocicleta apresentará perda de potência, falhas no motor e aumento no consumo de combustível e níveis de emissões elevados.
Uma das soluções de sucesso no mercado de reposição, o terminal colorido da NGK está disponível em azul, amarelo e vermelho. Essas peças têm a mesma função do terminal supressivo tradicional, porém o colorido permite a personalização da motocicleta, agregando forte apelo estético e valorização pessoal do patrimônio.
Também será exposta a linha sensores de oxigênio para o mercado de reposição. O componente é responsável pela análise da condição da queima de combustível e tem a função de detectar os níveis de oxigênio nos gases de escape do motor, informando a qualidade da mistura ar e combustível à unidade de controle do veículo (ECU). O sensor compara a concentração de oxigênio nos gases do motor com o ar ambiente, possibilitando o ajuste da quantidade de combustível injetado na câmara de combustão.
planta_fabrica_ngk_b
A vela de ignição tem a função de conduzir corrente elétrica sob alta tensão para o interior da câmara de combustão, convertendo-a em centelha para inflamar a mistura ar e combustível. O componente também permite a dissipação do calor gerado na combustão. Uma vela com a vida útil ultrapassada, por exemplo, e que ainda esteja sendo utilizada, pode comprometer terminal, bobina e CDI.

Sem Comentários

Insira um Comentário