Fórmula 1: Ecclestone pode multar a Red Bull por encerrar as atividades

Fórmula 1: Ecclestone pode multar a Red Bull por encerrar as atividades

chefao-ds-f-1-bernie-ecclestone-conversa-com-diretores-da-red-bull-1415462800434_956x500
Bernie Ecclestone já não parece tão convencido na continuidade da Red Bull e lembra que a equipe patrocinada pelo famoso energético tem contrato até 2020. Sem motores para 2016, depois de cancelar o contrato com a Renault, e com as recusas de Ferrari e Mercedes em fornecerem motores, a Red Bull já afirmou que abandona a Fórmula 1 se não tiver motores competitivos. Porém, o mandatário Ecclestone lembra que a Red Bull assinou um compromisso para continuar na Fórmula 1 até 2020 e, caso não continue, o detentor dos direitos comerciais da competição será acionado judicialmente.
f1_ecclestone1-807x346
A Red Bull pode ir ao tribunal e dizer ‘sim, temos um compromisso até 2020, mas não temos um motor’. Isso não existe. O meu argumento seria: ‘vocês assinaram para competir’. Vocês deviam ter a certeza que tinham motor quando assinaram o contrato. A sua equipe devia saber disso”, disse Ecclestone ao jornal The Independent. Ao que tudo indica, se a Red Bull abandonar a Fórmula 1 terá de pagar uma indemnização de 500 milhões de euros ( R$ 2,2 bilhões de reais).
 

Sem Comentários

Insira um Comentário