NGK tem novo presidente para o Brasil

NGK tem novo presidente para o Brasil

hn_5702
Com 56 anos de fabricação e desenvolvimento tecnológico no Brasil, a multinacional NGK tem novo presidente para o País. O executivo japonês Hiroyuki Tanabe assume o comando local da maior especialista global em sistema de ignição, fornecedora das principais montadoras de veículos do mundo, bem como das mais importantes competições, como a Fórmula 1 e a Moto GP, além de líder no segmento de reposição (aftermarket).
Hiroyuki Tanabe chega ao País com a meta de manter a rota de crescimento da NGK que, em março deste ano, alcançou a marca histórica de 2 bilhões de velas produzidas em sua fábrica no Brasil. “NGK é uma marca fortemente associada à tecnologia e à qualidade, o que se reflete na confiabilidade de nossos produtos nos mercados do Brasil, América do Sul e demais países para onde a produção brasileira é exportada, como Estados Unidos e Japão”, afirma o novo presidente.
Sucessor de Mikihiko Kato, que retornou à matriz no Japão, Tanabe está na empresa há 29 anos, dos quais 28 foram dedicados à área de velas de ignição. Formado em Engenharia e Ciência de Materiais pelo Instituto de Tecnologia da Escola de Engenharia de Nagoya, o executivo tem 52 anos de idade, é casado e pai de dois filhos.
 

Sem Comentários

Insira um Comentário