Projeto "Cine Circo" exibe três obras primas de Charles Chaplin

Projeto "Cine Circo" exibe três obras primas de Charles Chaplin

city-lights-charlie-chaplin-14440701-1600-1213_0
O Centro de Memória do Circo apresenta, em novembro, no Cine Olido, três obras-primas do diretor e ator inglês Charles Chaplin, um dos ícones do cinema mudo. Em parceria com o grupo Encontros de Estudos da Palhaçaria, são exibidos os filmes “O Garoto” (1921), “Luzes da Cidade” (1931) e “Tempos Modernos” (1936).
banner_circo_instituc_1335383020
Conhecido por seu personagem O Vagabundo, que em português foi chamado também de Carlitos, Chaplin estreou nos cinemas em 1914, atuando em uma série de curtas-metragens produzidos por Mack Sennett, criador dos estúdios Keystone e diretor de comédias. Naquela época, o futuro ídolo já morava há quatro anos nos Estados Unidos e era artista de vaudeville, gênero de espetáculo popular do final do século 19 e início do 20  que se caracterizava pela variedade de artistas e linguagens, como circo, música, ilusionismo e teatro.
chaplin
Assim como Buster Keaton e Harold Lloyd, Chaplin utilizou como recurso para o humor as gags (gestos corporais exagerados e repetitivos). A técnica atingiu seu apogeu na época do cinema mudo, mas já era usada antes nas comédias teatrais e pelos palhaços de circo. Outra expressão artística bastante utilizada na ocasião era a pantomima, em que gestos codificam ações e sentimentos dos personagens, em detrimento das palavras.

"O Garoto"

“O Garoto”


Primeiro longa-metragem de Chaplin, “O Garoto” será exibido no dia 24. A história acompanha o Vagabundo que encontra um bebê abandonado e resolve criá-lo como se fosse seu filho. Poucos anos depois, este se torna seu companheiro nas pequenas trapaças do dia a dia. O filme tem inspirações autobiográficas e foi um grande sucesso na época. Apesar de ser uma comédia, o longa-metragem possui momentos dramáticos acentuados e uma curiosa cena surrealista no desfecho, que representa um sonho.
"Luzes da Cidade"

“Luzes da Cidade”


Apresentado dia 21, “Luzes da Cidade” traz uma das cenas mais inesquecíveis e emocionantes da filmografia de Chaplin: o reencontro de Carlitos e a florista cega. No ano em que foi produzido, o cinema falado já estava consolidado nos Estados Unidos. Apesar de optar por fazer o filme sem diálogos, o cineasta não abriu mão da possibilidade de usar recursos sonoros na produção, como o barulho de um apito para uma cena de humor.
"Tempos Modernos"

“Tempos Modernos”


Já em “Tempos Modernos”, exibido dia 17, Chaplin faz uma sátira ao capitalismo, atuando como o operário de uma fábrica que fica paranoico com a frenética rotina de apertar parafusos.
 
Serviço:
Cine Circo
Local: Galeria Olido – Cine Olido
Endereço: Avenida São João, 473 – Centro, São Paulo – SP
Datas e horários de exibições: “Tempos Modernos”. Dia 17, 19h; “Luzes da Cidade”. Dia 21, 17h; “O Garoto”. Dia 24, 17h.
Valor: GRÁTIS

Sem Comentários

Insira um Comentário