Fundação Volkswagen completa 36 anos e amplia para 18 o número de Estados brasileiros já atendidos em seu histórico

Fundação Volkswagen completa 36 anos e amplia para 18 o número de Estados brasileiros já atendidos em seu histórico

fundawolks

A Fundação Volkswagen comemora hoje (13/11) seu aniversário de 36 anos de trabalho em prol de um futuro melhor para comunidades brasileiras. Responsável por coordenar os investimentos sociais da Volkswagen do Brasil, a Fundação Volkswagen oferece dez projetos sociais (sete Educacionais e três de Desenvolvimento Social). Em 2015, ampliou para 18 o número de Estados brasileiros já atendidos em seu histórico de atuação: chegou ao Amazonas, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Sergipe, além dos que já haviam sido atendidos: Alagoas, Amapá, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro e São Paulo.
Neste ano, a Fundação Volkswagen lançou o projeto “Aprendendo com Arte”, que forma educadores da rede pública para disseminar conhecimentos sobre artes de forma prática e interativa, trabalhando com novas tecnologias em aula e visitando espaços culturais. O “Aprendendo com Arte” tem duas versões: on-line – oferecida na Plataforma do Letramento (www.plataformadoletramento.org.br), que é o ambiente virtual de aprendizagem da Fundação Volkswagen – e outra semipresencial, oferecida para 120 professores de Cariacica (ES) e Aracaju (SE), marcando a chegada da Fundação ao Sergipe; a previsão é que esses conhecimentos sejam multiplicados para, pelo menos, 3.600 alunos.

Entre os materiais didáticos do “Aprendendo com  Arte” estão livros e itens multimídia, incluindo o “Caderno Arte + Educação”, produzido por especialistas em arte e educação. O caderno também foi disponibilizado para Secretarias Municipais de Educação do Brasil e está na “Plataforma do Letramento” para leitura e download. O “Aprendendo com Arte” é um desdobramento de outro projeto da Fundação Volkswagen, o “Aprender na Pinacoteca”, que beneficiou 6.147 alunos e 258 educadores das cidades paulistas de São Bernardo do Campo e Taubaté, onde a Volkswagen do Brasil tem fábricas, além de São Paulo.
O projeto “Entre na Roda”, que forma educadores e voluntários para atuarem incentivando o gosto pela leitura, também teve novidades neste ano: oficinas inéditas de formação on-line, totalizando 400 vagas, na “Plataforma do Letramento”. Em 2015, a versão presencial do “Entre na Roda” também estreou nos novos Estados atendidos: Amazonas, Maranhão e Mato Grosso do Sul. O projeto é oferecido pela Fundação Volkswagen desde 2003 e já disponibilizou, até 2014, 5.969 vagas para mediadores, beneficiando indiretamente 677.640 pessoas, em 304 cidades, de Alagoas, Minas Gerais, Pará, Paraná, Piauí, Rio de Janeiro e São Paulo.

“A Fundação Volkswagen tem a missão clara de transformar vidas e ajudar a construir um futuro melhor para comunidades brasileiras, promovendo o desenvolvimento social e a melhoria da qualidade do ensino público. Neste ano, a Fundação Volkswagen ampliou ainda mais sua abrangência: chegou a cinco novos Estados brasileiros, totalizando agora 18 já atendidos. Também lançou os cursos on-line, que permitem uma atuação sem fronteiras”, afirmou o superintendente da Fundação Volkswagen e diretor de Assuntos Jurídicos da Volkswagen do Brasil, Dr. Eduardo Barros.
“Para fortalecer seu trabalho, a Fundação Volkswagen mantém parcerias com os setores público, privado e a sociedade civil organizada (ONGs). Essa atuação em conjunto tem a meta de implementar projetos que influenciem políticas públicas e que sejam sustentáveis a longo prazo”, afirma a diretora da Fundação Volkswagen, Keli Smaniotti.
Dos dez projetos da Fundação Volkswagen, três são de Desenvolvimento Social (Costurando o Futuro, Volkswagen na Comunidade e Instituto Baccarelli) e sete de Educação (Aceleração da Aprendizagem, Aprendendo com Arte, Brincar, Entre na Roda, Jogo da Vida em Trânsito, Plataforma do Letramento e Pró-Educar Brasil). Os projetos educacionais beneficiaram na última década, até 2014, 1.374.630 alunos em todo Brasil e ofereceram formação continuada a 18 mil educadores da rede pública. Os de Desenvolvimento Social atenderam mais de 28 mil pessoas.
Compromisso com a segurança, educação e cidadania no trânsito
Promover segurança, educação e cidadania no trânsito é outro trabalho da Fundação Volkswagen por meio do projeto “Jogo da Vida em Trânsito (JVT)”, que neste ano recebeu a chancela do Ministério das Cidades – Departamento Nacional de Trânsito (DENATRAN) como importante ferramenta educacional para o desenvolvimento da capacidade de análise e reflexão sobre as questões de mobilidade e segurança. Com a chancela, o programa se firmou como uma das referências sobre educação para o trânsito no País. Com foco na formação do condutor consciente por meio do game educativo “Autópolis” e de roteiro de aulas para professores, o “Jogo da Vida em Trânsito” já beneficiou 17 mil alunos e 564 professores em 46 cidades do Amapá, Piauí e São Paulo. O projeto também conta com a plataforma on-line “JVT na rede” (http://www.jvt.org.br), para uso em aula, na qual o game pode ser acessado.
Neste ano, a Fundação Volkswagen também firmou parceria com o Detran.SP (Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo) e ofereceu a oficina on-line “Jogos pela mudança: Aprenda a criar!”, como parte da programação oficial da Semana Nacional de Trânsito 2015. No curso, os mais de 500 participantes aprenderam a desenvolver jogos de educação no trânsito.
Conheça outras novidades dos projetos em 2015
Aceleração da Aprendizagem
Em 2015, a Fundação Volkswagen chegou ao Mato Grosso com o programa educacional “Aceleração da Aprendizagem”, oferecendo 460 vagas para alunos e 63 vagas para educadores de Sinop e Sorriso. Neste ano, o projeto também ampliou a parceria com a Bahia, oferecendo 660 vagas para alunos e 99 vagas para educadores de Lauro de Freitas e Dias D’Ávila; em 2014, o programa já havia beneficiado 1.223 alunos e 145 educadores em Simões Filho e Camaçari. Além da Bahia, o projeto beneficiou 2.619 alunos e 394 educadores da Paraíba, Mato Grosso, Espírito Santo e Rio de Janeiro.
O “Aceleração da Aprendizagem” reduz a defasagem idade série no Ensino Fundamental, evitando evasão escolar. Para que alunos multirrepetentes não fiquem desmotivados, o projeto apoia esses estudantes de forma individual e intensiva, em classes de aceleração, onde eles são preparados por dois anos; depois ingressam na série adequada à sua idade. A formação dos educadores conta com material pedagógico exclusivo. O “Aceleração da Aprendizagem” foi selecionado pelo Ministério da Educação (MEC) em 2010 como importante tecnologia educacional que contribui para a redução da distorção idade série.
Volkswagen na Comunidade: recorde de inscrições
O concurso “Volkswagen na Comunidade” chegou à 8ª edição, na qual reconheceu os 11 projetos sociais vencedores (dos Estados de São Paulo, Paraná, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul) com prêmio em dinheiro para ser investido em ações de transformação social. As instituições vencedoras e as finalistas ainda ganharam curso de Gestão de Projetos Sociais. Neste ano, o “Volkswagen na Comunidade” teve recorde de inscrições: foram 707 projetos indicados por colaboradores que atuam voluntariamente nessas organizações. Participam colaboradores da Volkswagen do Brasil e da MAN Latin America, fabricante dos caminhões e ônibus Volkswagen e MAN, com sede em Resende (RJ).
Em seu histórico, o “Volkswagen na Comunidade” já entregou 73 prêmios em dinheiro, beneficiando 18.239 pessoas diretamente. As oito edições realizadas somam 3.560 projetos inscritos em todo o Brasil.
Costurando o Futuro: exemplo de sustentabilidade
O projeto “Costurando o Futuro” oferece oficinas de capacitação técnica em corte, costura, design, gestão organizacional, administração e visão de negócios. Nas aulas, são confeccionados bolsas, mochilas e acessórios com tecidos automotivos e uniformes usados por colaboradores da Volkswagen do Brasil que seriam descartados em aterros. Dessa forma, o projeto atua nos três pilares da sustentabilidade: além do foco social e econômico, gerando trabalho e renda para comunidades do entorno de fábricas da Volkswagen do Brasil, tem atuação ambiental, reduzindo o descarte de materiais.
Neste ano, o “Costurando o Futuro” iniciou nova fase em São José dos Pinhais, onde a Volkswagen também tem fábrica, incentivando as 90 participantes do projeto a se tornarem empreendedoras, trabalhando de forma autônoma. O “Costurando o Futuro” teve início em 2009, em São Bernardo do Campo: foram formadas 160 pessoas e algumas criaram o próprio negócio: a microempresa de confecções Tecoste (Tecido, Costura e Arte). O “Costurando o Futuro” reutilizou 72 toneladas de tecido.
Plataforma do Letramento: referência no ensino a distância
A “Plataforma do Letramento” (www.plataformadoletramento.org.br) oferece formação on-line, intercâmbio de experiências educacionais, materiais pedagógicos de projetos da Fundação Volkswagen, entre outras atividades, sendo espaço de referência em letramento. Neste ano, o ambiente virtual de aprendizagem da Fundação Volkswagen lançou oficinas, além de games sobre alfabetização. Com esse ambiente aberto e gratuito, voltado aos educadores que trabalham com o ensino da leitura e da escrita, a Fundação Volkswagen ampliou suas fronteiras de atuação. Desde seu lançamento, já formam contabilizadas mais de 1,5 milhão de visualizações de páginas por usuários do Brasil e Exterior.

Instituto Baccarelli terá concerto em dezembro
Desde o ano 2000, a Volkswagen do Brasil patrocina o Instituto Baccarelli, com sede na comunidade paulistana de Heliópolis, que oferece programas socioculturais, formação musical e artística de excelência para crianças e jovens, proporcionando desenvolvimento pessoal e profissionalização na música. Um dos projetos é a Orquestra Sinfônica Heliópolis (OSH), que encerrará sua Temporada 2015 com apresentação no dia 20/12, às 16h, na Sala São Paulo. Mais informações no site: http://institutobaccarelli.org.br/a-temporada/

Sem Comentários

Insira um Comentário