Caso DieselGate: Volkswagen diz como vai reverter a situação

Caso DieselGate: Volkswagen diz como vai reverter a situação

dieselgate-main
A Volkswagen revelou o plano de reparação dos motores Diesel EA 189 afetados pelo escândalo das emissões, o tal DieselGate. Para solucionar o problema dos oito milhões de carros afetados na Europa será necessário aproximadamente um ano. O plano já foi aprovado pelas autoridades alemãs.
00-volkswagen-ea189-fix
Nos motores 1.6 TDi, a reparação será feita em duas partes: primeiro, com uma atualização de software; depois, com a instalação de um “flow transformer”, um limitador de fluxo, uma peça cilíndrica colocada à frente do filtro de ar que suaviza o fluxo de ar, tornando a medição das emissões mais eficaz. Segundo a Volkswagen, a intervenção demorará menos de uma hora. Já os motores 2.0 TDI apenas necessitarão de uma atualização do software, num processo que se prevê que demore cerca de meia hora.
00-tdi
O grupo de Wolfsburg especificou que esta solução técnica funcionará na maioria dos motores 1.6 e 2.0 a diesel implicados. “Depois de implementadas as medidas técnicas, os veículos vão cumprir os níveis de emissões exigidos”, garante a Volkswagen, em comunicado oficial distribuído à imprensa europeia.
Quanto ao motor 1.2 TDi, a Volkswagen compromete-se a apresentar a solução técnica nos próximos dias, sendo que neste caso deverá ser necessária uma atualização de software. O recall dos veículos será realizado a partir de janeiro de 2016, prolongando-se por todo o ano. A Volkswagen garante que vai minimizar o impacto para os clientes. “A Volkswagen assegurar que serão oferecidas opções de mobilidade apropriadas a todos os clientes, sem custos”, informa o comunicado.
 

Sem Comentários

Insira um Comentário