Mercado: financiamento de carros registra queda de 24,8% em novembro

Mercado: financiamento de carros registra queda de 24,8% em novembro

grafico-queda-diabetes
 
Em novembro, os financiamentos de veículos no Brasil somaram 405.069 unidades, sendo 168.272 novas e 236.797 usadas. O resultado representa queda de 24,8% em relação a novembro de 2014. No acumulado do ano, as vendas financiadas de veículos atingiram 4.846.352 unidades, recuo de 16% na comparação com o mesmo período do ano passado. Os números levam em consideração automóveis de passeio, comerciais leves, motos e pesados.
O levantamento é da Unidade de Financiamentos da Cetip, que opera o Sistema Nacional de Gravames (SNG), base integrada de informações que reúne o cadastro das restrições financeiras de veículos dados como garantia em operações de crédito em todo o Brasil. O SNG impede que o processo de financiamento de veículos seja suscetível a fraudes sistêmicas.
1
2
Apesar da queda, os veículos usados têm tido um melhor desempenho em relação aos novos. Em novembro, foram financiados 236.797 veículos usados, 12,3% a menos ante o mesmo período de 2014. Já as vendas a crédito de novos somaram 168.272 unidades, queda de 37,4% na mesma base de comparação.
No acumulado do ano, o menor recuo dos usados também é percebido. De janeiro a novembro, foram financiados 2.706.186 veículos usados, volume 7,4% inferior na comparação com o mesmo período de 2014, enquanto os novos somaram 2.140.166 unidades, queda de 24,8%.
A queda menos acentuada dos usados é percebida em todas as categorias de veículos. Os financiamentos de automóveis leves novos somaram 106.138 unidades em novembro, baixa de 38,6% em relação ao mesmo período de 2014. Já os usados totalizaram 218.094 unidades, queda de 12,4% na mesma base de comparação. No acumulado do ano, os leves novos totalizaram 1.316.101 unidades, recuo de 27,5%, enquanto os usados atingiram 2.483.549 unidades, volume 7,3% inferior.
3
4
6
 
A melhor performance dos autos leves usados, em relação aos novos, está sendo impulsionada pelas vendas financiadas dos carros de 4 a 8 anos de uso. No acumulado do ano, foram negociadas 1,3 milhão de unidades. O volume representa uma queda de 2,5% na comparação com o mesmo período de 2014 – percentual menor do que o verificado nas outras faixas etárias. Nos autos leves novos, por exemplo, a baixa foi de 27,5%, enquanto os financiamentos dos carros com até 3 anos de uso caíram 12,9%.
7
Dentre as modalidades de financiamento de veículos, considerando autos leves, motos e pesados, o consórcio apresentou a menor queda no acumulado do ano. Os dados consideram as aquisições de veículos por cotas contempladas, mas não quitadas de consórcio. De janeiro a novembro, foram vendidas 772,1 mil unidades por meio de cotas de consórcio, queda de 3,1% em relação ao mesmo período do ano passado. Esse desempenho foi impulsionado principalmente pelos automóveis leves usados, que somaram 237 mil unidades comercializadas por meio do consórcio no acumulado do ano, volume 17,7% maior do que o verificado no mesmo período do ano passado.
8
Já em relação ao prazo médio de financiamento por tempo de uso dos autos leves, em novembro, o levantamento da Cetip aponta que ficou praticamente estável na comparação com o mesmo período de 2014, em todas as categorias. Os automóveis leves novos apresentaram um prazo médio de 37,2 meses, enquanto o prazo para os de quatro a oito anos de uso ficou em 42,6 meses.
9
10
 
 

Sem Comentários

Insira um Comentário