Fórmula 1: Raikkonen critica novos circuitos por pareceram iguais

Fórmula 1: Raikkonen critica novos circuitos por pareceram iguais

"E daí?", fala Raikkonen

O piloto finlandês e “pé de cana” é um cara muito polêmico e sempre está aprontando as suas. A última do cidadão que gosta de uma vodkazinha foi criticar os mais modernos circuitos de Fórmula 1:”parecem todos iguais.”

Para Raikkonen, as semelhanças dos circuitos projetados por Hermann Tilke tornam a pilotagem desinteressante. E é fácil perceber porquê. No calendário de 2016, Sakhir (Bahrain), Xangai (China), Sochi (Rússia), Marina Bay (Singapura), Sepang (Malásia), Austin (EUA), Yas Marina (Abu Dhabi) e o circuito de rua de Baku (Azerbeijão) foram todos projetados pelo alemão.

tumblr_mcmourtnhf1qar09o

Em declarações ao Turun Sanomat, Raikkonen não esconde sua frustração: “Quando vamos para uma nova pista, já sabemos o que esperar. Todos têm a mesma aparência. Não há árvores ou qualquer outra coisa na paisagem.É claro, cada traçado é sempre um pouco diferente, e cada curva é um pouco diferente, mas em última análise, as novas pistas são compostas de curvas Tilke”, lamentou o pé de cana finlandês.

Raikkonen admite que gosta muito dos circuitos mais tradicionais – ah, vá… Só ele é? – , e escolheu quatro pistas que gostava que regressassem um dia ao calendário da Fórmula 1.“A Turquia (Istanbul Park) foi uma boa pista. Eu gosto de Magny-Cours – a pista era muito diferente e nas proximidades não tinha muito movimento. Imola foi uma das melhores –havia sempre uma grande atmosfera. E também Nurburgring.”

 

Sem Comentários

Insira um Comentário