Fórmula 1: Christian Horner prevê um ano muito difícil da Red Bull

Fórmula 1: Christian Horner prevê um ano muito difícil da Red Bull

Christian_Horner

 

As últimas temporadas da Fórmula 1 para a Red Bull tem sido catastróficas. A equipe cresceu e tornou-se grande acostumada a vencer provas e ganhar título mundiais de pilotos – Sebastian Vettel – e construtores. Mas a temporada que está prestes a se iniciar será uma incógnita.

“Nós apenas estamos passando por um momento de readequação para voltarmos a estar na frente e nossa hora vai chegar novamente”, explicou Christian Horner, chefe da equipe Red Bull, ao site Autosport. “A temporada de 2015 foi um desafio diferente, mas a equipe  conta ainda com todo o seu pessoal-chave que está preparado para trabalhar duro para redescobrir a fórmula de vencer que tínhamos estabelecido em temporadas anteriores … Acredito que demore um pouco para voltarmos ao topo.”, concluiu Horner.

“A Red Bull tem feito um tremendo trabalho para voltar a ponta. Nosso atual foco é o chassis. E o chassis foi desenvolvido ao longo do ano. Acredito que ele é um dos melhores entre as equipes”, disse Horner. “Certas coisas, que estão além da nossa responsabilidade, não podemos controlar. Você só pode se preocupar com o que você pode controlar.”, falou Horner.

redbullf1_logo

Tal coisa que Horner se refere e está fora de seu controle é a mesma peça que derrubou o Red Bull: o motor Renault. Apesar de Red Bull e Renault juntas terem dominado o campeonato por quatro anos seguidos, o fabricante francês perdeu o rumo no desenvolvimento do  motor V6 turbo híbrido que entrou em vigor em 2014. A Mercedes aproveitou e tomou o seu lugar, e as tensões cresceram junto a Renault até o ponto que a Red Bull saiu em busca de um fornecedor diferente do motor. A Renault, por outro lado, comprou a Lotus o que foi a gota d’água no casamento quase que perfeito.

A Red Bull ainda será equipada com o motor Renault na próxima temporada, embora rebatizado de TAG Heuer. Com um futuro incerto em relação ao seu desempenho, a equipe não quer passar despercebida e sem possibilidades de vitórias . E ninguém parece mais conscientes como  Horner sobre o atual momento de redescobrimento.

Sem Comentários

Insira um Comentário