MotoGP: a “máquina” de Valentino Rossi para a temporada de 2016

MotoGP: a “máquina” de Valentino Rossi para a temporada de 2016

yamaha_motogp_4-807x346

A Yamaha apresentou hoje, dia 18 de janeiro, em Barcelona, a sua moto para 2016, a YZR-M1, com a qual Jorge Lorenzo e Valentino Rossi pretendem continuar a dominar o Mundial de MotoGP. Só para lembrar: na última temporada, Lorenzo e Rossi venceram 11 dos 18 Grandes Prêmios! Como se sabe, Jorge Lorenzo ficou com o título da temporada numa contestada e polêmica decisão que puniu e colocou Rossi na última fila do GP de Valência.

A Yamaha, além do título de Lorenzo, também assegurou os títulos de equipes e construtores, a quinta vez da marca, e Lin Jarvis, chefe de equipae já pensa na sexta com a YZR-M1 de 2016. “Temos muitas expectativas, planejamos fazer exatamente a mesma coisa”, afirmou Jarvis durante o evento de apresentação em Barcelona. “Queremos alcançar o sexto título da categoria”.

2016ym_rossi_yzr-m1_white_22.middle

“Sabemos que haverá algumas mudanças nos regulamentos e no fornecimento de pneus este ano. Todos os fabricantes terão de fazer grandes ajustes. Será duro, mas muito interessante, estamos entusiasmados para o início da nova temporada”, acrescentou. A YZR-M1 de 2016 continua a ser azul, como é tradição, e não há grandes diferenças na pintura, com o logotipo da Movistar em plano de destaque, pelo terceiro ano consecutivo.

Valentino Rossi acredita que é importante “fazer algo mais do que fizemos no ano passado. Este ano não começamos do zero mas começamos de um ponto distinto porque todos teremos que compreender os novos pneus”, lembrou.

2016ym_rossi_yzr-m1_white_30-copy.middle

Já Jorge Lorenzo preferiu falar da Yamaha YZR-M1. “É uma moto muito completa. Precisamos de melhorar um pouco a potência máxima nas retas. Mas a nova eletrônica e os novos pneus mudam bastante”, explicou.

2016ym_lorenzo_yzr-m1_white_13-copy.middle

A temporada de 2016 começa no dia 20 de fevereiro com o GP do Qatar, em Losail. Antes, a 1 de fevereiro, em Sepang, na Malásia, serão realizados os três dias de testes. A partir da Malásia equipes e pilotos de MotoGP rumarão à Austrália para três dias de trabalho em Phillip Island, de 17 a 19 de fevereiro.

 

Sem Comentários

Insira um Comentário