Serviço: cuidados especiais na hora da troca do filtro de ureia

Serviço: cuidados especiais na hora da troca do filtro de ureia

001

Presente nos atuais modelos de veículos linha pesada, a tecnologia de Redução Catalítica Seletiva, da sigla em inglês “SCR”, o popular “filtro de ureia”, é responsável pela adição do aditivo ARLA 32, conhecido como ureia, no fluxo de gás de escape, o que causa uma reação química que converte o gás poluente de escape em nitrogênio e água. Esse processo foi desenvolvido para atender às normas de emissão de poluentes ao meio ambiente especificadas no EURO 5. Entretanto, para que toda a tecnologia embarcada no sistema seja eficiente, é preciso estar atento à manutenção dos seus componentes.

Desenvolvido para purificar a solução de ureia-água, proteger contra rupturas e desgastes, os filtros de ureia são deixados de lado por muitos motoristas e mecânicos na hora da manutenção. Segundo André Gonçalves, engenheiro mecânico e consultor técnico da MANN-FILTER, esse ato pode comprometer a garantia e o desempenho do veículo, além de encurtar a vida útil do produto.

“O intervalo entre as trocas dos filtros de ureia pode variar de fabricante para fabricante, podendo chegar a 300 mil quilômetros de rodagem do veículo, ou seja, um tempo muito longo que gera um desgaste do componente e fadiga do material. É preciso avaliar as condições de todos os elementos do filtro de ureia para realizar sua manutenção correta. Se ele for trocado de maneira inadequada, podem ocorrer problemas severos ao veículo, como, por exemplo, o vazamento de Arla”.

Gonçalves explica que a ureia é uma substância muito agressiva e contém muita água, ou seja, ela se expande sobre altas temperaturas e comprime em baixas, o que ocasiona diferentes pressões nos componentes. Como estes são expostos a diferentes condições de temperatura, pressão, e substâncias agressivas, eventualmente ficarão abrasivos e, assim, ficarão corroídos ocasionando o vazamento do fluído.

“O itens que compõem o de kit de filtros de ureia variam entre os modelos de veículos da linha pesada. Eles são desenvolvidos para ajudar na segurança e no desempenho do veículo. O correto é realizar a substituição do filtro de ureia conforme orientação do fabricante do veículo, que inclui verificar componentes e elemento filtrante. Caso o cliente opte por trocar o produto sem respeitar esse procedimento, correrá o risco de perder a garantia do produto e, consequentemente, gerar danos ao veículo ou até mesmo um acidente”, finaliza.

 

Sem Comentários

Insira um Comentário